Kiev responde ao embargo de Moscou

© Sputnik / Vitaly Belousov / Abrir o banco de imagensPraça de Independência em Kiev, Ucrânia
Praça de Independência em Kiev, Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo ucraniano proibiu a importação de mercadorias provenientes da Rússia, de acordo com o documento adotado no sábado (2).

O embargo sobre determinados produtos russos durará até 5 de agosto deste ano.

"Proibir até 5 de agosto de 2016 a importação de mercadorias provenientes da Rússia para o território aduaneiro da Ucrânia", indica o documento.

O regulamento entrará em vigor em 10 de janeiro próximo.

Primeiro-ministro ucraniano, Arseny Yatsenyuk, durante a sessão da Verkhovnaya Rada (parlamento da Ucrânia) - Sputnik Brasil
Ucrânia se prepara para responder ao embargo da Rússia
Entre as mercadorias proibidas estão: vodka, bombons, alimentos para crianças, peixe, cerveja, queijo fundido, cigarros com filtros, etc. Além disso, é proibida a importação de equipamento ferroviário para trens e bondes fabricado na Rússia.

Outro documento adotado hoje pelo primeiro-ministro, Arseny Yatsenyuk, é o decreto sobre “as taxas de importação de mercadorias provenientes da Rússia”.

Este último regulamento estará em vigor até 31 de dezembro de 2016 ou até que a Rússia levante as restrições às importações ucranianas, introduzidas por Moscou este mês.

Em ambos os documentos é referido que, se a Rússia deixar de aplicar o embargo comercial, as restrições por parte de Kiev também serão levantadas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала