Iraque exige a retirada das tropas da Turquia e ameaça considerar ação militar

© AP Photo / Mursel Coban, Depo PhotosTanque turco durante incursão militar na Síria em fevereiro de 2015
Tanque turco durante incursão militar na Síria em fevereiro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Iraque reiterou nesta quarta-feira a exigência de que tropas turcas se retirem do local aonde estão treinando soldados para combater os militantes do Daesh (também conhecido como Estado Islâmico), alertando que vai considerar ação militar se os soldados permanecerem.

A disputa teve início no começo de dezembro depois que a Turquia implantou reforços em um campo ao norte da região de Bashiqa, onde Ancara está ajudando a treinar combatentes sunitas e curdos para a batalha contra o Daesh.

Forças do Iraque em Al Hadidiya, ao sul de Tikrit - Sputnik Brasil
Especialista: EUA estão por trás da ocupação ilegal do Iraque pela Turquia
O movimento irritou Bagdá, que considera as novas tropas uma incursão ilegal e demandou sua completa e imediata retirada. A Turquia começou a retirar as tropas, mas alguns permanecem, segundo informou Dow Jones Newswires.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da Liga Árabe realizaram na quinta-feira passada (24), na sede da organização no Cairo, uma reunião de emergência para discutir a presença das tropas turcas no Iraque.

Segundo os dados das autoridades iraquianas, no dia 4 de dezembro militares turcos e veículos militares blindados entraram na província iraquiana de Nínive, sob o pretexto de realizar treinamento de batalhões que lutam contra os terroristas.

O Ministério das Relações Exteriores do Iraque e o Ministério da Defesa chamaram a presença dos militares de "ação hostil" turca, que não foi acordada com as autoridades do país, alegando uma violação da soberania.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала