Israel tenta legitimar ‘anexação’ de Colinas de Golã

© AFP 2022 / JALAA MAREYMilitares israelenses sobre as Colinas de Golã
Militares israelenses sobre as Colinas de Golã - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Israel está usando o caos criado pelo conflito sírio para legitimar a sua anexação das Colinas de Golã, disse o líder do Hezbollah libanês, Hassan Nasrallah, no domingo (28).

"Nós sabemos bem que Netanyahu empreendeu grandes esforços, tal como a liderança norte-americana e os governos ocidentais têm feito nos últimos anos e até hoje, para obter o reconhecimento internacional da anexação por Israel das Colinas de Golã sob o pretexto do conflito sírio," disse Nasrallah em um discurso de fim de semana.

Israel ocupou as Colinas de Golã da Síria após a Guerra dos Seis Dias de 1967, que finalizou com o armistício sob controle militar israelense.

Israel anexou unilateralmente as Colinas de Golã em 1981 — o que não é reconhecido internacionalmente — e já construiu mais de 30 assentamentos judaicos na área ao longo das últimas três décadas e meia.

Cidadãos libaneses empunham um cartaz com o retrato de Samir Kuntar durante a cerimónia de funerais do membro do Hezbollah, Beirute, Líbano, 21 de dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Assassinato de ativista do Hezbollah por Israel viola soberania da Síria
Segundo alguns relatos da mídia, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu levantou recentemente a questão das Colinas de Golã em um encontro com o presidente dos EUA, Barack Obama. Um número de políticos israelenses também lançou a ideia de legitimar a anexação de Golã.

Hassan Nasrallah também ameaçou "retaliação" pela morte de Samir Kuntar, um comandante do Hezbollah na Síria, que morreu em sua casa em Damasco em resultado de um suposto ataque aéreo israelense.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала