Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

ONU: negociações de paz na Síria devem começar em 25 de janeiro

© East News / Alessandro CosmelliSede da ONU
Sede da ONU - Sputnik Brasil
Nos siga no
O mediador da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Síria, Staffan de Mistura, deve se reunir a partir de 25 de janeiro, em Genebra, na Suíça, com representantes do governo e da oposição na Síria, para iniciar as negociações de paz no país.

Staffan de Mistura disse que "conta, neste processo, com a total cooperação das partes sírias envolvidas" e acrescenta que "os desenvolvimentos no terreno não devem atrapalhar" o processo.

Na última quinta-feira (24), o governo sírio afirmou que está "pronto para participar" das negociações sobre a Síria, sob a égide das Nações Unidas, no fim de janeiro, mas condicionou sua participação ao acesso prévio à "lista da delegação da oposição" que estará na mesa das negociações.

Foto clicada em 30 de setembro de 2015 mostrando edifícios danificados na cidade síria de Talbisseh, na província de Homs - Sputnik Brasil
Força Aérea da Síria atinge 190 alvos terroristas entre 17-26 de dezembro
O comunicado da ONU faz referência às declarações de Viena, de outubro/novembro últimos, e à declaração de Genebra, de 2012, que estabelece os parâmetros de uma transição política controversa. Na semana passada, os 15 membros do Conselho de Segurança da ONU aprovaram, por unanimidade, uma resolução confirmando um roteiro para uma solução política para a guerra civil na Síria.

Além das negociações entre a oposição e o governo sírio e de um cessar-fogo, o texto aprovado prevê a criação de um governo de transição no prazo de seis meses e a realização de eleições dentro de ano e meio.
A Síria tem estado em guerra civil desde 2011, com o governo do país lutando contra um número de fações da oposição, bem como contra grupos islâmicos radicais, incluindo o Daesh — proibido na Rússia – e a Frente al-Nusra.

Os Estados Unidos, ao lado de outras nações ocidentais, se pronunciavam várias vezes que querem que Bashar Assad seja afastado do poder. Moscou considera Assad como autoridade legítima no país.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала