Daesh executou 837 mulheres em Mossul desde junho de 2014

© AP PhotoCombatentes do Estado Islâmico (EI).
Combatentes do Estado Islâmico (EI). - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os militantes do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico) executaram 837 mulheres na cidade iraquiana de Mossul desde junho de 2014, quando eles tomaram a cidade. A informação foi divulgada por uma fonte policial da província de Nínive.

Moradores de um vilarejo cristão destruído pelo Daesh no nordeste da Síria - Sputnik Brasil
Mídia: Daesh se permite extrair órgãos de sequestrados
"De acordo com estatísticas do centro de medicina legal de Mosul, os combatentes do Estado Islâmico executaram 837 mulheres desde a tomada da cidade", disse a fonte citada pela mídia local.

Segundo ele, a maioria das mulheres foram executadas depois de decisão do Tribunal de Sharia estabelecido pelo grupo terrorista Daesh.

Mosul, a segunda cidade principal do Iraque, caiu nas mãos do Estado Islâmico em junho de 2014.

Na última sexta-feira, o primeiro-ministro do Iraque, Haider al Abadi, promete recuperar Mosul depois de terminar uma operação especial na cidade iraquiana de Ramadi.

Daesh é uma organização terrorista proibida em muitos países, inclusive na Rússia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала