Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Política pouco importa quando falamos de desenhos animados bons

Nos siga no
Na véspera do Natal a Sputnik lembra-se das coisas mais importantes, por exemplo da família e relações entre as crianças e os pais.

A Sputnik falou com Dmitry Loveiko, da Animaccord Studios que produz a série de desenho animado russo “Masha e o Urso”.

Um dos criadores explicou porque foi tomada a decisão de se limitar por seis minutos, destacando o desejo de concentrar-se menos na quantidade e mais na qualidade.

Na época quando a ideia e primeiras séries da animação apareceram, a TV ditava o formato e exigiu filmar 52 ou 26 episódios por ano, foi a única condição para aparecer na televisão. 

“E desde o início nós compreendemos que não podemos garantir esta quantidade e por isso nós concentramos na qualidade”, disse.

O palácio do Sultão do Alladin da Disney, inspirado pelo o Taj Mahal. - Sputnik Brasil
Sondagem: 30% dos americanos apoiam bombardeio de cidade da Disney
Outra meta que, segundo Loveiko, os criadores tentaram atingir, foi a criar um projeto de desenhos animados que todas as idades podem compreender e gostar.

Segundo o entrevistado, os adultos gostam mais do Urso, porque ao ver as relações, problemas e situações com que os protagonistas se topam, eles se associam mais com ele porque reconhecem a si próprios na comunicação com os seus filhos e filhas.

As crianças, pelo contrário, gostam mais frequentemente de Masha, porque mesmo tendo em conta a sua idade gentil ela possui grande liberdade.

MAN: a thought provoking animation about our impact on the world - Sputnik Brasil
Desenho animado provocatório mostra como estragamos o planeta
Relatando sobre o processo de criação da animação Dmitry Loveiko disse à Sputnik:

“Nós não trabalhamos especialmente com psicólogos infantis, mesmo se estudamos o fenômeno de Masha, eu conheço trabalhos sobre o assunto <…> Foi difícil, para dizer a verdade. É verdade que os adultos pouco sabem do mundo de crianças. Pode ser que nós acertamos no perfil mental, pode ser que acertamos em uns desejos”.

O entrevistado afirma que o mundo criado no seriado russo não é ficção, senão a realidade, os animais heróis são bastante inteligentes. 

“Aparentemente para um bebê que assiste a combinação de um desenho realmente belo e  a natureza, casa, brinquedos completamente reais criam uma reação,” disse.


Árvore de natal — Masha e o Urso — Ep. 03 MashaUrsoBrasil

O criador de “Masha e o Urso” sublinhou que a mídia norte-americana mesmo sugeria incluir o seriado russo na lista de seriados que podem se tornar clássicos.

“E isso na época das relações políticas complicadas”, notou.

De acordo com Loveiko,  os criadores da animação não pensaram da política ao criar “Masha e o Urso”:

“A política chega e passa e as relações entre uma criança e um adulto continuam. Nós não vimos isso deste ponto de vista de uns mensageiros da cultura russa ou algo deste tipo. Só fazemos isso para as crianças”.

O entrevistado sublinhou que a animação tem muitos fãs no mundo, por exemplo na rede social Facebook tem mais de 4 bilhões de seguidores:

“Estes são as crianças da Indonésia, EUA, Brasil, Eslováquia. Na República Tcheca é transmitida a sua própria ‘Masha e o Urso’ para a qual um compositor tcheco escreveu a sua música. Com base na nossa eles criaram a sua própria apresentação. Israel. Não sei, são muitos”.

Concluindo a entrevista, o criador do desenho animado desejou Feliz Natal e Ano Novo a todo o mundo, “que nós todos compreendem uns aos outros, perdoar uns aos outros e permitir uns aos outros fazer erros”.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала