Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Órfãos de Duplessis: ‘Eles esperam que nós esqueçamos do que fez a Igreja Católica’

© AFP 2021 / JOE KLAMARSacerdotes jovens da Igreja Católica estão à espera do Papa Bento XVI, República Tcheca
Sacerdotes jovens da Igreja Católica estão à espera do Papa Bento XVI, República Tcheca - Sputnik Brasil
Nos siga no
Uma negociata criminosa envolvendo a Igreja Católica teve lugar no Canada nos meados do século XX, mas a justiça ainda não está reposta.

A presidenta do Brasil, Dilma Rousseff - Sputnik Brasil
Conselho das Igrejas Cristãs do Brasil critica tentativa de impeachment de Dilma
Nos anos de 40-60 do século passado as autoridades da província canadiana de Quebec e a Igreja Católica realizaram uma negociata. O chefe do governo de Quebec na altura era Maurice Duplessis. O objetivo principal da negociata foi obter mais subsídios federais. Por isso foi decidido declarar 300 mil crianças sãs, abandonadas por suas mães solteiras, como mentalmente doentes. Assim, a Igreja Católica podia arrecadar mais dinheiro para o seu sustento. A negociata tinha consequências horrorosas. Crianças normais foram tratadas como deficientes. As crianças eram usadas como objetos para testes de medicamentos, eram espancadas e até estupradas e mortas. Muitos desses órfãos tentaram cometer suicídio, tomavam drogas, sofriam da impossibilidade de arrumar a sua vida, ter família e filhos. Os que sobreviveram até o dia de hoje lutam para que a sociedade preste atenção ao seu caso. Foram denominados como “órfãos de Duplessis”.

Lucien Landry, que agora é o presidente do Comitê dos Órfãos de Duplessis disse que teve de passar por muitas coisas terríveis enquanto foi um órfão.

“Fui levado à clinica de Mont-Providence, cujo nome foi depois alterado para Rivière-des-Prairies. Estive lá por um tempo desde 1954 até 1961. Depois fui levado a um outro local ainda mais fechado da sociedade. Foi a clínica de Saint-Jean-de-Dieu, uma clínica psiquiátrica. Como nos tornamos adultos e começamos a reagir às coisa que eles faziam conosco, começamos a defender-nos”, disse.

Igreja de Cientologia de Moscou - Sputnik Brasil
Justiça manda fechar Igreja de Cientologia na Rússia
Landry afirmou que os órfãos tentavam fugir e por isso confiscavam a sua roupa, deixando-os só com pijama. Não tinham o que calçar, só meias. Foram obrigados a trabalhar em várias partes da clínica. Os órfãos estavam expostos a muitas torturas.

“Lembro-me bem daquele momento quando fui levado à clínica <…>, fomos expostos a testes, chamaram-nos de “estudos farmacêuticos”, testaram em nós a técnica de ducha gelada e vários medicamentos”, disse Landry.

Segundo Alain Arsenault, advogado de Montreal que trata dos casos contra a Igreja, declarou que foi somente o governo de Quebec que decidiu compensar o dano moral enquanto a Igreja ignorou o caso completamente.

“O papel da Igreja neste assunto foi central. Foi a Igreja que encontrou a medida para ganhar mais dinheiro com os seus orfanatos, acolhendo crianças sãs e pondo diagnósticos de doenças psíquicas não existentes. Por isso receberam mais subsídios do Estado. O culpado principal neste assunto é a Igreja Católica de Quebec ao qual ajudaram o estado e médicos. A Igreja nunca se desculpou por algo”, afirmou Arsenault.

Segundo o advogado, a Igreja se recusa a admitir a sua culpa esperando que depois de algum tempo pessoas se esqueçam do que tem feito.

Presépio num catedral católico em Moscou - Sputnik Brasil
Núncio na Rússia: Natal é tempo de ponderar sobre Deus e sentido da vida
Arsenault conhece pessoalmente muitos dos órfãos de Duplessis que são personalidades notáveis que foram privados da infância feliz e cuja vida foi arruinada por este intuito de receber mais dinheiro.

Em 2006, o governo de Quebec declarou que pagaria uma compensação de 26 milhões de dólares aos “órfãos” mas com a condição que não vão lançar um caso no tribunal contra a Igreja Católica da província. Parece que ainda até agora as pessoas que aguentaram sofrimentos graveis não conseguiram repor a justiça.

Há muitos outros casos quando a Igreja Católica cometeu crimes. Por exemplo, nos anos de 90 se tornaram públicos os casos de abuso sexual de crianças irlandesas por padres católicos em orfanatos e escolas dirigidas pela Igreja Católica. Mas ao invés do caso de órfãos de Duplessis, este caso se tornou um escândalo. Mesmo o Papa Bento XVI escreveu uma carta pedindo desculpas pelos crimes do clero católico.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала