UE ampliará sanções contra a Rússia por seis meses, diz fonte

© AFP 2022 / EMMANUEL DUNANDBandeiras da União Europeia próximo ao edifício da Comissão Europeia, Bruxelas
Bandeiras da União Europeia próximo ao edifício da Comissão Europeia, Bruxelas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Comitê de Representantes Permanentes da União Europeia (Coreper) decidiu estender as senções contra a Rússia por mais seis meses, revelou uma fonte próxima à liderança europeia nesta sexta-feira.

Valentina Matviyenko e Sergei Naryshkin durante a reunião conjunta de ambas as câmaras do Parlamento russo, 20 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
‘É bárbaro prolongar sanções contra Rússia após ataques terroristas’
"A decisão foi tomada no Coreper", disse a fonte à Sputnik.

A fonte informou que a extensão será publicada no Diário Oficial da União Europeia e entrará em efeito na próxima terça-feira.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que liderou o encontro de dois dias em Bruxelas, associou a extensão aos acordos de Minsk. Tusk alega que Moscou é responsável por sua implementação.

Na última quarta-feira, a chanceler alemã, Angela Merkel, declarou que o país iria apoiar a prorrogação das sanções econômicas contra a Rússia, também mencionando que as restrições continuariam atadas ao cumprimento dos acordos de Minsk sobre a Ucrânia.

“A possibilidade de eliminar as sanções contra a Rússia estão ligadas ao total cumprimento dos acordos de Minsk e assim permanecerá. Nós ainda não alcançamos isso, e o ministro das Relações Exteriores da Alemanha e eu nos posicionamos não só a favor dos acordos de Minsk, mas para que as atuais sanções sejam prorrogadas”, disse a chanceler.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала