Rússia convida 14 países a desvelar mistério do abate do avião russo

© Sputnik / Dmitriy Vinogradov / Abrir o banco de imagensCaça russo Su-24 decola da base aérea de Latakia, na Síria
Caça russo Su-24 decola da base aérea de Latakia, na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa da Rússia convida 14 países a participarem da decifração das caixas-pretas do Su-24 russo abatido em 24 de novembro.

Esta informação foi compartilhada nesta sexta-feira (18) por representantes da pasta que realizaram um briefing em Moscou trazendo as novas sobre o curso da investigação do abate.

Veja o vídeo do briefing

O ministério destacou que três dos 14 países já aceitarm o convite. Pode parecer até inesperado, mas são a China, os EUA e o Reino Unido.

Caça bombardeiro tático russo Su-24 - Sputnik Brasil
O Su-24 abatido não apresentava ameaça à Turquia
O vice-ministro Sergei Dronov frisou que tanto a Rússia como a Síria, onde está a base aérea de Hmeymim, destino do Su-24, coincidem em que o avião não violava o espaço aéreo da Turquia em nenhum momento.

Já a parte turca insiste que o bombardeiro russo violou a sua fronteira e não respondia aos advertimentos transmitidos pela aviação da Turquia, que teria de o abater.

O Su-24 abatido fazia parte do grupo aéreo russo que Moscou começou a enviar à Síria em 30 de setembro, respondendo ao pedido correspondente de Damasco, que quis oficialmente ajuda russa no combate aos terroristas do Daesh ("Estado Islâmico") e Frente al-Nusra.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала