Itália: sanções contra Rússia serão revistas nos próximos meses

© Sputnik / Vladimir Sergeyev / Abrir o banco de imagensBandeiras da Rússia e União Europeia
Bandeiras da Rússia e União Europeia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, declarou nesta quarta-feira (16) que as sanções russas podem ser revistas nos próximos meses.

"Está claro que nós temos a mesma posição como toda a comunidade ocidental internacional… mas acredito que este pacote de sanções será revisto, não nas próximas horas, mas nos próximos meses", disse Renzi durante uma entrevista à mídia local. 

Presidente russo Vladimir Putin em encontro do Conselho pela Sociedade Civil e Direitos Humanos - Sputnik Brasil
Mídia: posição astuta de Putin na Síria pode eliminar sanções da UE
"Finalmente nossa posição de que devemos renovar as discussões com a Rússia tem prevalecido. Agora os Estados Unidos e a Rússia estão finalmente dialogando de novo", acrescentou.

O vice-ministro das relações exteriores russo, Aleksei Meshkov, por sua vez, declarou que a extensão das sanções contra a Rússia serviria como prova da falta de visão da União Europeia e o seu "viés político". 

"Isso mostra que eles estão começando a entender o quão sem sentido o confronto das sanções é. Mais cedo ou mais tarde, esse entendimento prevalecerá", acrescentou.

Anteriormente, a Itália adiou uma decisão da União Europeia de estender automaticamente as sanções contra a Rússia, demandando que a medida fosse discutida internamente pelo bloco. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала