Rússia instala unidade militar de mísseis no Ártico

© Igor AgeyenkoSoldado russo no Ártico
Soldado russo no Ártico - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um regimento militar, armado com mísseis S-300, começou a operar na parte russa do Ártico, segundo divulgou o Ministério da Defesa da Rússia.

O chefe da assessoria de imprensa do ministério, Vadim Serga, divulgou nesta quinta-feira (9):

“Na Frota do Norte, entrou ao serviço o novo regimento de mísseis da unidade de [península de] Kola de defesa antiaérea, visando a proteção da fronteira da Federação da Rússia no espaço aéreo”. 

Os modernos complexos de mísseis S-300 são capazes de atingir alvos a centenas de quilômetros, sublinhou Serga.

Povoado Dikson, situado na costa do mar de Kara - Sputnik Brasil
Investimento russo no Ártico visa garantir condições de vida na região
Ao longo deste ano, foram deslocados para a península armamentos, equipamento militar e especial. Em um prazo curto foram preparadas todas as condições, inclusive o posicionamento e disposição dos equipamentos necessários para o trabalho da nova unidade.

De acordo com Vadim Serga, a unidade regular localizada na Nova Zembla [arquipélago russo no Ártico] é a primeira criada nas ilhas do oceano Ártico. Antes disso, os destacamentos militares russos só permaneciam temporariamente nas ilhas árticas. 

Cabe mencionar que o Ártico é composto por solo, águas territoriais e internacionais. Todo o território e águas do Ártico pertencem a cinco países – Rússia, Canadá, Noruega, Dinamarca (território autônomo da Groenlândia) e aos EUA (Alasca).

Saiba mais sobre disputas territoriais no Ártico.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала