Turquia pode introduzir sanções contra a Rússia, ameaça premiê

© REUTERS / Umit BektasAhmet Davutoglu, primeiro-ministro da Turquia
Ahmet Davutoglu, primeiro-ministro da Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu, disse nesta terça-feira (8) que Ancara poderia introduzir sanções retaliatórias contra a Rússia se o governo turco considerar necessário.

"Se acharmos necessário, vamos introduzir sanções retaliatórias. Esta questão foi discutida em uma reunião do governo na segunda-feira. Mas esperamos que a crise com a Rússia será superada e que não haverá necessidade de recorrer a estas medidas", disse Davutoglu em uma reunião de seu partido.

Participantes do protesto após o abate do Su-24 empunham um cartaz em frente do edifício da embaixada da Turquia em Moscou, 25 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
Mídia: Rússia conquista mais uma vitória no conflito com a Turquia e Daesh
As relações russo-turcas têm estado tensas desde 24 de novembro, quando Ancara decidiu abater um bombardeiro russo que participava da campanha aérea contra o grupo terrorista Daesh (autodenominado Estado Islâmico) na Síria. A Turquia afirma que o avião russo havia violado seu espaço aéreo; Rússia e Síria negam, assim como um dos dois pilotos que conseguiu sobreviver à queda.

O presidente russo, Vladimir Putin, descreveu a derrubada do caça como uma “punhalada nas costas” e decretou uma série de restrições econômicas contra a Turquia em 28 de novembro.

A decisão foi aprovada pelo governo russo e entrou em vigor em dezembro. Moscou proibiu a importação de vários alimentos e produtos agrícolas turcos, suspendeu voos fretados para o país e aconselhou agências de viagens russas a não vender pacotes turísticos para a Turquia devido a preocupações relativas à segurança.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала