EUA impõem sanções à Coreia do Norte por tráfico de armas

© REUTERS / KCNAUma parada militar em Pyongyang comemorou os 70 anos do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte.
Uma parada militar em Pyongyang comemorou os 70 anos do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos anunciaram nesta terça-feira a adoção de sanções financeiras contra seis indivíduos e diversas empresas ligadas à proliferação de armas pela Coreia do Norte.

North Korean military participate in the celebration of the 70th anniversary of the founding of the ruling Workers' Party of Korea, in this undated photo released by North Korea's Korean Central News Agency (KCNA) in Pyongyang on October 12, 2015. - Sputnik Brasil
Coreia do Norte promete aumentar arsenal até que EUA assinem tratado de paz
Segundo o Tesouro norte-americano, a medida atinge as Forças Estratégicas de Mísseis, dois bancos e três companhias navais supostamente envolvidas no tráfico de armamentos. 

Cinco representantes (incluindo dois funcionários que atuam na Síria e dois que atuam no Vietnã) do banco Tanchon foram colocados na lista, junto com o representante do Banco de Comércio Exterior da Coreia do Norte na Rússia. 

As sanções impedem os cidadãos e as empresas dos EUA de negociar com as companhias e os indivíduos sancionados, congelando também qualquer bem que eles possam ter nos Estados Unidos.  

"A Coreia do Norte ameaça a paz e a segurança internacional, expandindo o seu programa nuclear e continuando a proliferação de armas convencionais e de destruição em massa", afirmou Adam Szubin, subsecretário interino de contraterrorismo e inteligência financeira. 

"O Tesouro está determinado a expor a rede global de proliferação da Coreia do Norte e a excluir esses facilitadores do sistema financeiro internacional", acrescentou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала