Ancara avalia medidas para compensar prejuízos causados pelo embargo da Rússia

© REUTERS / Umit BektasPrimeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu
Primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro da Turquia Ahmet Davutoglu declarou que Ancara está se preparando para tomar medidas estruturais para minimizar os danos causados à economia turca pelas restrições russas.

Dmitry Medvedev. Foto de arquivo - Sputnik Brasil
Primeiro-ministro russo assina decreto para implementar sanções à Turquia
No início do mês a Rússia aprovou um decreto implementando medidas econômicas especiais contra a Turquia. O documentou impõe proibição à entrada de uma série de produtos alimentícios turcos na Rússia a partir de 1 de janeiro de 2016. A medida foi aprovada após as relações dos dois países terem sido seriamente comprometidas pelo incidente envolvendo o avião militar russo Su-24, derrubado em 24 de novembro da Síria pela Força Aérea da Turquia. O ataque provocou a morte de um dos pilotos da aeronave.

“Estamos nos preparando para avaliar e adotar uma série de medidas estruturais para compensar o prejuízo causado às empresas turcas pelo embargo russo, em particular nas áreas de agricultura e turismo” – disse Davutoglu ao canal de televisão NTV após uma visita à Baku, capital do Azerbaijão.

Anteriormente, Davutoglu havia declarado que o governo turco prestará apoio aos exportadores e aos operadores de turismo do país, por estes serem os mais afetados pelas medidas restritivas da Rússia.

Viktor Ozerov, presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação (câmara alta do parlamento russo). - Sputnik Brasil
Senador russo diz que país pode adotar mais sanções à Turquia
Na quinta-feira (4), o presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação (câmara alta do parlamento russo), Viktor Ozerov, afirmou que medidas adicionais contra a Turquia podem ser implementadas se Ancara não fizer um pedido de desculpas oficial não somente para as autoridades russas, mas para a família do piloto morto.

No início desta semana, Davutoglu havia recusado novamente a fazer um pedido formal de desculpas a Moscou pela derrubada do bombardeiro russo Su-24 na Síria. Apesar disso, ele declarou esperar que o Kremlin “reconsidere” suas medidas retaliativas contra Ancara.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала