Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ministro russo confirma suspensão das negociações para o gasoduto Corrente Turca

© Sputnik / Alexey Kudenko / Abrir o banco de imagensConstrução de gasoduto.
Construção de gasoduto. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O ministro da Energia russo, Aleksandr Novak, afirmou nesta quinta-feira (3) que todas as negociações intergovernamentais com a Turquia para a construção do gasoduto Corrente Turca foram suspensas.

"No momento todas as negociações foram suspensas, especialmente considerando o fato de que a atividade da comissão intergovernamental sobre a cooperação comercial e econômica também está suspensa por decreto do governo. Como a atividade da Comissão foi suspensa, o trabalho sobre o acordo para o Corrente Turco foi suspenso também", explicou Novak. 

Construção de gasoduto - Sputnik Brasil
Ministro russo: Corrente Turca pode não ser construída
Mais cedo o executivo-chefe da Gazprom, Aleksei Miller, afirmou que a Turquia poderia apelar diretamente à Rússia para que as negociações sobre o gasoduto continuasse, caso o projeto fosse uma prioridade para Ancara. Ele acrescentou que Moscou iria considerar um pedido, se este for oferecido pelo governo turco.

Na terça-feira (1), uma fonte familiarizada com a situação disse à RIA Novosti que as conversas sobre o Corrente Turca foram suspensas após o incidente de 24 de novembro, em que um avião de combate da Turquia abateu um bombardeiro russo Su-24 na Síria. Moscou impôs medidas econômicas contra Ancara após o ataque, citando a crescente ameaça terrorista originária da Turquia.

O presidente russo, Vladimir Putin, em encontro com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, em Ancara, em dezembro de 2014 - Sputnik Brasil
Kremlin anuncia ações duras em relação à Turquia
As medidas não afetam os projetos de construção que tinham sido acordados antes das restrições entrarem em vigor, mas o trabalho da Comissão Russo-Turca sobre Comércio e Cooperação Econômica foi suspenso.

O gasoduto Corrente Turca, com uma capacidade anual de 63 bilhões de metros cúbicos, foi anunciado em dezembro de 2014. A via de transporte de gás está prevista para ser executada por baixo do Mar Negro, da Rússia para a Turquia, e continuar a partir de um centro de distribuição na fronteira turco-grega, de onde o combustível poderia ser transferido para o sul da Europa.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала