Su-24: representante da chancelaria russa não se esquecerá das palavras dos americanos

© Sputnik / Vladimir Astapkovich / Abrir o banco de imagensMaria Zakharova durante a coletiva de imprensa da chancelaria russa em 19 de novembro de 2015
Maria Zakharova durante a coletiva de imprensa da chancelaria russa em 19 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A representante oficial do Ministério russo das Relações Exteriores, Maria Zakharova, reagiu de forma muito emocional à declaração do porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Mark Toner, em relação à derrubada do avião russo Su-24.

Presidente russo Vladimir Putin durante reunião no Kremlin - Sputnik Brasil
Vladimir Putin condecora militares envolvidos na queda do Su-24
Toner disse que a Turquia e os militantes aos quais presta apoio no norte da Síria tinham direito de defender-se contra os ataques aéreos russos.

Zakharova escreveu na sua página no Facebook, “Lembrem-se destas palavras. Lembrem-se sempre. Eu não vou me esquecer. Prometo”.

Segundo o ministério da Defesa russo, um piloto russo que se ejetou do Su-24 depois ter tido abatido pelo míssil turco na terça-feira (24) foi atacado a partir da terra e morreu.

“Se aqueles turcomenos sírios foram realmente atingidos pelos ataques russos, têm pleno direito de defender-se”, disse Toner.

O presidente russo, Vladimir Putin, em encontro com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, em Ancara, em dezembro de 2014 - Sputnik Brasil
Kremlin anuncia ações duras em relação à Turquia
Respondendo à questão se os disparos contra pilotos desarmados podem ser considerado como uma ação de autodefesa, Toner disse que “não há compreensão completa do que lá aconteceu”.

Nesta terça-feira (24), um caça russo Su-24 foi derrubado por um míssil ar-ar turco no espaço aéreo sírio. O Ministério da Defesa sublinha que, durante todo o voo, o avião se manteve sempre sobre o território da Síria. Isto foi registrado por meios de controle objetivos", acrescentou o departamento militar.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, classificou o ato como "um golpe nas costas".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала