Rússia deve derrotar EI na Síria para começar operação no Iraque

Nos siga noTelegram
Há muito tempo que se fala da possibilidade de a Rússia realizar uma operação aérea no território do Iraque a pedido do seu governo oficial. A situação é comentada pelo presidente do Comité da Defesa e Segurança do Parlamento iraquiano, Hakim Al-Zamili.

Iraqi Kurdish Peshmerga fighters stand next to an Islamic State (IS) group sign at the entrance to the northern Iraqi town of Hawija, south of Kirkuk on March 9, 2015 after they reportedly re-took the area from IS jihadists - Sputnik Brasil
Exército curdo inicia ofensiva contra Estado Islâmico no norte do Iraque
Abordando o assunto do pedido oficial à Rússia de realizar uma operação aérea no Iraque, o político iraquiano disse que a visita à Rússia e encontros com representantes dos Ministérios da Defesa e das Relações Exteriores russos e do presidente russo mostram que a Rússia está prestes começar o combate contra o Estado Islâmico no Iraque. Mas agora o Iraque está seguindo a operação na Síria e espera mais resultados.

“Quando o Estado Islâmico sofrer mais danos consideraremos isso no parlamento iraquiano e examinaremos o assunto do pedido da operação da aviação russa”, afirmou Al-Zamili.

O deputado destacou que agora a cooperação entre a Rússia e Iraque na luta contra terrorismo se limita à troca de dados de inteligência e fornecimentos de armas russas ao Iraque.

“[…] Estamos à espera da vitória da Rússia na Síria e ainda não queremos envolver a Rússia na guerra no nosso território enquanto o nosso espaço aéreo está sob o controlo dos EUA”, afirmou o político. “No futuro obrigaremos o governo do nosso país pedir às autoridades russas para realizarem uma operação militar aérea, mas só depois do sucesso na Síria”.

Investigadores trabalham no local de explosão em Beirute, no Líbano, em 13 de novembro 2015 - Sputnik Brasil
Rússia está pronta a colaborar com Líbano na luta contra terrorismo
O deputado iraquiano confirmou ainda que a operação russa é bem sucedida mas agora atingiu somente 40% dos seus objetivos a Síria.  Al-Zamili disse que os dois países iniciaram uma nova etapa na cooperação alargando o leque de assuntos para trabalhar em conjunto no centro de coordenação em Bagdá.

“[…] posso notar uma coisa, logo que a Rússia derrotar o Estado Islâmico na Síria será uma vitória automática sobre o Estado Islâmico no Iraque”, sublinhou o político iraquiano.

Respondendo à questão sobre as relações entre a Rússia e o Iraque, Al-Zamili disse que a cooperação entre os dois parceiros devia ser mais alargada, especialmente na área econômica e comercial. Mas agora a tendência é positiva somente na esfera de defesa.

“Entre os nossos países foram concluídos grandes contratos como [os de venda de] aviões Su, Mig-35, Mi-28, tanques T-72 e etc.”, disse o político iraquiano, acrescentando que há mais contratos.

Forças a favor do governo na Síria em Aleppo - Sputnik Brasil
Síria captura comandante terrorista em Aleppo
Na opinião de Al-Zamili, a Rússia quer sinceramente ajudar o Iraque porque conhece muito bem a ameaça do terrorismo.

Desde 30 de setembro, após do pedido do presidente sírio Bashar Assad, a Rússia realiza uma operação aérea contra o Estado Islâmico, tendo eliminado mais de 3 mil instalações dos terroristas e centenas de militantes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала