Chancelaria russa: relações com a Europa não têm tendência positiva

© AP Photo / Dmitry LovetskyVista do edifício do Ministério das Relações Exteriores russo em Moscou, Rússia
Vista do edifício do Ministério das Relações Exteriores russo em Moscou, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma série de parceiros europeus estão cada vez mais conscientes da política da União Europeia em relação à Rússia, declarou o vice-chanceler russo Aleksei Meshkov nesta quarta-feira (11).

Segundo Meshkov, não existem tendências positivas nas relações entre a Rússia e a Europa em geral, as relações só parecem melhorar com determinados países da União Europeia. 

“Não podemos falar sobre quaisquer tendências positivas [nas relações Rússia-UE]. Mas devemos admitir que, quando às relações a nível bilateral, existem contatos ao nível de trabalho com a Comissão Europeia e com o escritório do alto representante. Os nossos parceiros notam cada vez mais a falência da política realizada em relação à Rússia no último ano ou ano e meio”, disse.

Moscou - Sputnik Brasil
Frente europeia contra a Rússia desfaz-se
O vice-chanceler também informou que a chefe do Serviço Europeu para a Ação Externa, Helga Schmidt visitará a Rússia nas próximas duas semanas.

As relações entre a Rússia e a União Europeia deterioraram-se em 2014 quando os EUA e os seus aliados na Europa impuseram várias rodadas de sanções contra a Rússia, acusando-a de interferir na crise interna na Ucrânia. O Kremlin, por sua vez, negou as acusações e decretou contramedidas de restrição à importação de produtos alimentícios europeus, observando o princípio de reciprocidade nas relações internacionais.

Passado este tempo, vários analistas e políticos europeus, além de grandes empresas e homens de negócios, admitem que a Europa sofre ela própria com as restrições.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала