Local da queda do Airbus da companhia aérea russa Kogalymavia no Sinai

Nos siga noTelegram
Em 31 de outubro, sábado, o Airbus A321 da russa Kogalymavia decolou do aeroporto de Sharm el-Sheikh, no Egito, com destino a São Petersburgo. Ao sobrevoar a península do Sinai, a aeronave desapareceu dos radares e parou de responder os chamados dos operadores de voos. Todos os 217 passageiros e 7 membros da tripulação morreram durante a queda.

Em 31 de outubro, sábado, o Airbus A321 da russa Kogalymavia decolou do aeroporto de Sharm el-Sheikh, no Egito, com destino a São Petersburgo. Ao sobrevoar a península do Sinai, a aeronave desapareceu dos radares e parou de responder os chamados dos operadores de voos. Todos os 217 passageiros e 7 membros da tripulação morreram durante a queda. 

© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOLDestroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
1/11
Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOLMilitares no local dos destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Militares no local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
2/11
Militares no local dos destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOLDestroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Destroços no local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
3/11
Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOLDestroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Destroços no local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
4/11
Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOLDestroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
5/11
Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOLMáscara de oxigênio no local dos destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Máscara de oxigênio no local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
6/11
Máscara de oxigênio no local dos destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOLDestroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
7/11
Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOLMilitares recolhem os pertences dos passageiros no local da queda da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
8/11
Militares recolhem os pertences dos passageiros no local da queda da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Foto / Emercom of Russia Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
9/11
Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOL Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
10/11
Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
© Sputnik / Maxim Grigoryev/TASS/POOL Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Assentos dos passageiros no local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
11/11
Destroços da aeronave Airbus A321 da companhia aérea Kogalymavia, que realizava o voo 9268, Sharm el-Sheikh - São Petersburgo, no local da queda, a 100 quilômetros de Alarixe, no norte do Sinai.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала