Cinco dos hospitais alegadamente bombardeados pela aviação russa não existem

© Sputnik / Dmitry Vinogradov / Abrir o banco de imagensHelicóptero Mi-24 patrulha base aérea de Hmeymim, na Síria
Helicóptero Mi-24 patrulha base aérea de Hmeymim, na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa da Rússia desmentiu nesta segunda-feira (2) os rumore sobre seis hospitais que a sua Força Aeroespacial supostamente bombardeou.

Segundo a pasta, há uma semana "a mídia ocidental, se referindo a uma "Sociedade Síria-Americana de Medicina", registrado nos EUA, luzia manchetes contra a Força Aeroespacial da Federação da Rússia informando sobre alegados bombardeios pelos aviões russos de hospitais em povoados al-Ees, al-Hader, Khan Tuman, al-Zirba, Sarmin e Latamna".

"Nós investigamos esta informação. Resulta, no entanto, que só há um hospital no povoado de Sarmin. Al-ees, al-Hader, Khan Tuman, Latamna e al-Zirba não têm hospitais e, por consequente, não há pessoal médico lá", disse o representante oficial do Ministério da Defesa, major-general Igor Konashenkov.

O ministério divulgou no seu site fotos aéreas do hospital em Sarmin, que provam que este hospital também não foi atingido.

© Foto / Ministério da Defesa da RússiaProvas apresentadas pelo Ministério da Defesa russo de que não bombardeou hospitais
Provas apresentadas pelo Ministério da Defesa russo de que não bombardeou hospitais - Sputnik Brasil
Provas apresentadas pelo Ministério da Defesa russo de que não bombardeou hospitais
A Rússia está realizando, desde 30 de setembro e após pedido oficial de Damasco, uma operação aérea contra o Estado Islâmico na Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала