Lavrov: Rússia continua buscando contato com Exército Livre da Síria

© REUTERS / Alaa Al-FaqirFree Syrian Army fighters walk with their weapons in the Deraa countryside September 9, 2015
Free Syrian Army fighters walk with their weapons in the Deraa countryside September 9, 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Rússia declarou nesta terça-feira (27) que a Rússia continua tentando contactar os líderes do Exército Livre da Síria (ELS), considerado como oposição moderada ao governo do presidente sírio Bashar Assad e contrário às atividades do grupo terrorista Estado Islâmico.

"Nós nos reportamos tanto aos norte-americanos como líderes da respectiva coligação quanto aos países da região com o pedido de ajuda para alcançar aquelas pessoas que possam representar a tal oposição moderada e antiterrorista na Síria. Serei franco – não foi fácil encontrá-los e nós ainda continuamos nos esforçando para isso" – disse Lavrov em entrevista coletiva em Moscou.

O chanceler russo Sergei Lavrov e o secretário de Estado norte-americano John Kerry, Sochi, 12 de maio de 2015 - Sputnik Brasil
Lavrov: Rússia disposta a prestar apoio ao Exército Livre da Síria
Ele destacou, no entanto, que as tentativas de Moscou já "surtiram suas primeiras respostas". "Espero que esses contatos, que podem ser estabelecidos, deem resultados" – explicou o ministro.

Na véspera, o porta-voz do ministério russo das Relações Exteriores, Mikhail Bogdanov, havia confirmado informações de que representantes do ELS teriam visitado Moscou uma semana antes, para negociar a recente proposta de apoio por parte da Rússia na luta contra o EI.

No domingo (26) o chanceler russo Sergei Lavrov reafirmou a prontidão da Rússia em prestar apoio aéreo a grupos da “oposição patriótica, incluindo o ELS”. O único obstáculo, segundo o chanceler, é a falta de informações sobre a localização precisa dos rebeldes filiados ao grupo. Moscou não dispõe dessa informação, embora a tenha pedido repetidamente a países familiarizados com o ELS, incluindo os Estados Unidos e a Grã-Bretanha.

Rebeldes do Primeiro Batalhão sob o grupo de oposição Exército Livre da Síria participam de treinamento militar em 10 de junho de 2015, nos arredores de Aleppo. - Sputnik Brasil
Exército Livre da Síria: oposição moderada ou grupo terrorista?
O próprio ELS, no entanto, não possui um consenso interno quanto à necessidade de aceitar a proposta da Rússia, e vários representantes do grupo já deram declarações contraditórias nesse sentido.

Desde o dia 30 de setembro, a pedido do presidente sírio, Bashar Assad,  a aviação russa bombardeia posições do Estado Islâmico no país. A Síria vive, desde março de 2011, um conflito armado que já deixou mais de 250 mil mortos, segundo estimativas da ONU. As tropas governamentais enfrentam diferentes grupos armados, inclusive o Estado Islâmico e a Frente Nusra, vinculada à al-Qaeda.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала