ONU: Cuba apoiará Rússia contra as sanções, diz embaixador

© AFP 2022 / YAMIL LageCubano acena positivamente de sua varanda decorada com as bandeiras dos EUA e de Cuba
Cubano acena positivamente de sua varanda decorada com as bandeiras dos EUA e de Cuba - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador de Cuba na Rússia, Emilio Lozada García, ao comentar em Moscou a votação na ONU a favor de suspender o embargo comercial à ilha, afirmou que seu país sempre apoiará Moscou, assim como Moscou sempre apoiou Havana.

Sede da ONU em Nova York - Sputnik Brasil
ONU vota o fim do embargo a Cuba e pode fazer história
"Cuba sempre estará com a Rússia, como a Rússia sempre esteve com Cuba", disse o embaixador, lembrando que nos primeiros anos da revolução "os russos disseram 'Cuba não está sozinha' e estão conosco nestes 55 anos."

O diplomata afirmou que a "Rússia também não está sozinha,e Cuba continuará apoiando a causa justa do povo russo."

"Noventa e um membros da ONU votaram contra a injusta política do governo dos EUA contra meu país, e entre esses países está a Federação Russa, que hoje sofre também políticas de sanções e bloqueios por parte dos EUA e da União Europeia", ressaltou Lozada ao abordar a recente votação em que só dois países — EUA e Israel — se manifestaram a favor do embargo a Havana.

"Estou convencido de que como Cuba venceu, a Rússia vencerá, e juntos construiremos um mundo mais pacífico, onde todos e cada um dos seres humanos possam viver em paz e possam se desenvolver pacificamente."

O embaixador cubano lembrou importantes acordos comerciais assinados recentemente entre Moscou e Havana, em particular nos campos de metalurgia, farmácia, transporte e energia. "Nossas relações econômicas estão em seu melhor momento nos últimos 25 anos", afirmou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала