Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Chefe da Defesa dos EUA confirma presença de navio de guerra no mar da China

Nos siga no
O Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, admitiu nesta terça-feira que um destróier com mísseis teleguiados da Marinha norte-americana navegou dentro do limite de 12 milhas náuticas de uma das ilhas chinesas no Mar da China Meridional.

Forças navais da China nas ilhas Spratly - Sputnik Brasil
Pequim chama invasão dos EUA no mar do Sul da China de provocação
Durante discurso no Comitê de Serviços Armados do Senado, Carter tentou, primeiramente, minimizar a situação, falando que o navio USS Lassen apenas conduziu operações de rotina na região. Mas, pressionado pelos parlamentares, ele confirmou as informações divulgadas pela imprensa, de que a embarcação invadiu as águas territoriais reivindicadas por Pequim, nas proximidades de uma das ilhas artificiais da China, em torno do arquipélago de Spratly.

Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, havia pedido aos EUA para não agirem de maneira imprudente e criarem problema no Mar da China Meridional. Embora tenha reiterado o desejo de resolver a questão pacificamente, Wang disse que, se for preciso, a China responderá a qualquer provocação internacional na região. 

Segundo as autoridades norte-americanas, as manobras executadas pelo USS Lassen no território marítimo disputado pela China e por países aliados dos Estados Unidos (Taiwan, Vietnã, Brunei, Malásia e Filipinas) tiveram como objetivo assegurar a livre navegação em águas internacionais.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала