Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rebeldes ucranianos expulsam monitores da OSCE

Nos siga no
Insurgentes de Donbass anunciaram nesta segunda-feira a expulsão de dois monitores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) da região. No entanto, o organismo internacional não confirmou a informação.

Monitores da OSCE em Donetsk, no leste da Ucrânia - Sputnik Brasil
Alto representante da OSCE fala sobre situação na Ucrânia em entrevista à Sputnik
"Aconteceu na semana passada. Nós pedimos a dois monitores da OSCE para sair", um funcionário do governo da autoproclamada República Popular de Lugansk disse à mídia ocidental em condição de anonimato. 

Anteriormente, veículos de imprensa da Rússia haviam informado que o vice-chefe de gabinete de Lugansk, Vasily Nikitin, acusou os monitores de violar os acordos de Minsk, assinados pelas duas partes em conflito com o objetivo de restabelecer a paz em Donbass. 

Entretanto, o chefe-adjunto da missão de monitoramento da OSCE no Leste da Ucrânia, Alexander Hug, declarou que nenhum funcionário da organização havia sido removido de Lugansk. Segundo ele, tais alegações não podem ser confirmadas, uma vez que a "Missão Especial de Monitoramento (SMM) não é uma signatária dos acordos de Minsk", mas opera na região graças a um mandato concedido pelo Conselho Permanente da OSCE em março de 2014. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала