‘Mistérios da noite árabe’: Soldados iraquianos descobrem túmulo comum do Estado Islâmico

© REUTERS / Thaier Al-SudaniShi'ite fighters look at former Iraqi president Saddam Hussein's palace at Makhoul mountains, north of Baiji, October 17, 2015
Shi'ite fighters look at former Iraqi president Saddam Hussein's palace at Makhoul mountains, north of Baiji, October 17, 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os militares do exército do Iraque manifestaram que tinham descoberto cadáveres de 365 militantes do grupo terrorista Estado Islâmico em 19 túmulos comuns na cidade de Baiji no norte do país, diz a agência France-Presse.

Iraqi Parliament. File photo - Sputnik Brasil
Parlamento do Iraque está prestes a aprovar pedido de ajuda militar à Rússia
Mais cedo foi divulgado que o exército iraquiano libertou totalmente a cidade de Baiji de terroristas. A retomada desta cidade faz parte da segunda fase do plano ambicioso anunciado anteriormente do primeiro-ministro do Iraque Haider al-Abadi. O premiê iraquiano declarou a libertação das cidades tomadas por terroristas desde junho 2014 na parte setentrional da província de Salahudin como objetivo primário da ofensiva.

Na sua declaração as forças de segurança do Iraque apontaram que foram encontrados 19 túmulos no bairro de Asri da cidade de Baiji que contêm 365 corpos de terroristas do Estado Islâmico.

Segundo sublinha a AFP, neste momento não se sabe quando os corpos foram enterrados e como o exército iraquiano os identificou como restantes dos terroristas do EI.

A situação continua tensa no Iraque devido às ações do grupo radical terrorista Estado Islâmico. Os militantes realizam atos terroristas e assaltos cujas vítimas na sua maioria são civis. 

O grupo terrorista Estado Islâmico, anteriormente designado por Estado Islâmico do Iraque e do Levante, foi criado e, inicialmente, operava principalmente na Síria, onde seus militantes lutaram contra as forças do governo. Posteriormente, aproveitando o descontentamento dos sunitas iraquianos com as políticas de Bagdá, o Estado Islâmico lançou um ataque maciço em províncias do norte e noroeste do Iraque e ocupou um vasto território. No final de junho de 2014, o grupo anunciou a criação de um "califado islâmico" nos territórios sob seu controle no Iraque e na Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала