Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Putin e Kirchner comemoram relações diplomáticas por videoconferência

© Sputnik / Evgeny Biyatov / Abrir o banco de imagensPresidente da Rússia Vladimir e presidenta da Argentina Cristina Kirchner
Presidente da Rússia Vladimir e presidenta da Argentina Cristina Kirchner - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente russo Vladimir Putin e a presidenta argentina Cristina Kirchner realizaram nesta quarta-feira, 21, uma videoconferência em homenagem ao aniversário de 130 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre Rússia e Argentina.

Durante a conversa, ambos os presidentes agradeceram à oportunidade de celebrar à distância uma data de tamanha importância para os dois países.

O presidente russo, Vladimir Putin, em encontro com a chefe de Estado da Argentina, Cristina Kirchner, em Buenos Aires (julho de 2014) - Sputnik Brasil
Aproximação russo-argentina marca distanciamento Buenos Aires-Washington
Putin iniciou o diálogo ressaltando as diversas facetas das relações entre Rússia e Argentina, dando ênfase às grandes tradições de amizades e interação entre as culturas de seus povos. Entre outras coisas, ele lembrou que Argentina possui a maior diáspora russa da América Latina, com mais de 300 mil russos, e que o país foi o primeiro do continente a receber um templo da Igreja Ortodoxa Russa, em 1889. Tudo isso, segundo ele, somado ao mérito pessoal de Kirchner nos últimos anos, permitiu manter os laços e desenvolver a cooperação bilateral dos dois países até o seu formato presente, sendo a Argentina, atualmente, uma das maiores parceiras da Rússia na América Latina.

Cristina destacou igualmente o grande papel da diáspora russa para a amizade dos dois povos, dizendo que "a imigração russa traz uma importante contribuição para a sociedade da Argentina". Ela lembrou que o mérito pelas boas relações diplomáticas entre os dois países também se deve em grande parte ao presidente argentino Juan Perón, já que as mesmas foram restabelecidas durante o seu governo em 1946, após terem sido interrompidas em decorrência da Revolução Russa de 1917. E, seguindo a linha histórica, Cristina parabenizou a Rússia pelos 70 anos da vitória na Segunda Guerra Mundial, em que, segundo ela, cerca de 26 milhões de russos, entre civis e militares, deram suas vidas para derrotar o nazismo.

Presidentes de Rússia e Argentina, Vladimir Putin e Cristina Kirchner, durante encontro em Buenos Aires em 2014 - Sputnik Brasil
Rússia e Argentina estabelecem parceria estratégica global
Os presidentes pontuaram algumas dos principais projetos e parcerias econômicas existentes hoje entre Rússia e Argentina, que, segundo eles, atravessam hoje áreas como energia nuclear, petróleo, gás, indústria, agricultura e segurança, e envolvem grandes empresas estatais como as russas Rosatom, Gazprom e Rosneft.

Putin frisou igualmente a boa cooperação dos dois países na ONU e elogiou o discurso da presidenta argentina na 70ª Assembleia Geral da organização, agradecendo-a com um "gracias" em espanhol. Cristina, por sua vez, qualificou o último discurso do líder russo na ONU de "excelente e convincente", e parabenizou-o por sua luta contra o terrorismo global.

Nesse sentido, ela destacou a necessidade de acabar com a existência de padrões duplos e subordinação entre quaisquer países, sendo preciso buscar um mundo igualitário e multipolar, em que todos os Estados respeitem a soberania uns dos outros. Nas suas palavras, isso significa que cada um deve deve ser capaz de escolher o seu próprio modelo politico e econômico.

Daniel Scioli, candidato da Frente para a Vitória nas eleições argentinas. - Sputnik Brasil
Candidato de Cristina Kirchner deve vencer eleições argentinas no primeiro turno
Putin expressou ainda a esperança de que após as eleições presidenciais e parlamentares na Argentina, marcadas para 25 de outubro deste ano, o país continue seguindo o caminho das boas relações com o governo russo. Ao que Cristina respondeu estar certa de que, independente dos resultados do pleito, o governo eleito manterá a amizade e a frutífera cooperação com a Rússia.

Está já é a segunda vez em que os dois chefes de Estado utilizam este formato de diálogo. A primeira oportunidades de conversa por videoconferência aconteceu em 9 de outubro de 2014, quando ambos celebraram o lançamento do canal de televisão russo RT na Argentina. O tema da RT, aliás, foi calorosamente mencionado por ambos os presidentes, destacando-se que o canal vem ganhando uma bela popularidade no país.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала