Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mídia: poderio militar da Rússia chocou os EUA

© Sputnik / Dmitry Vinogradov / Abrir o banco de imagensPiloto russo no aeródromo de Hmeymim na Síria
Piloto russo no aeródromo de Hmeymim na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os EUA não estavam preparados para o poderio militar que a Rússia demonstrou na Síria, escreve o jornalista italiano Paolo Guzzanti no jornal Il Giornale.

"Trata-se não apenas de armamentos precisos e de últimas geração, mas também de estilo, da velocidade da operação militar" – destaca.

Pilotos militares russos na base aérea de Khmeimim na Síria - Sputnik Brasil
Sucesso dos ataques aéreos russos na Síria surpreendeu
Na opinião de Guzzanti, o "trauma" sofrido pelos EUA é comparável ao lançamento pela União Soviética do primeiro satélite artificial da Terra, em 1957. Mas, se naquele momento o que surpreendeu Washington foi o nível tecnológico do país rival, dessa vez a surpresa veio em forma de uma "máquina de guerra, que a Rússia conseguiu "lançar cuidadosamente" mesmo em tempos de queda dos preços de petróleo.

Como resultado disso, afirma o jornalista, o presidente dos EUA Barack Obama "alterou seu curso radicalmente" e desistiu de retirar suas tropas do Afeganistão.

Frota russa no Mar Cáspio. - Sputnik Brasil
Analista dos EUA diz que mísseis russos disparados do Cáspio impressionaram
Até o último momento os europeus e os norte-americanos imaginavam as tropas russas como "milhões de soldados com uniformes gastos e milhões de toneladas de ferro", diz Guzzanti, enquanto agora a tecnologia militar, os postos de comando e até mesmo o uniforme do exército russo aparentam como se estivessem expostos "numa feira de armamentos". E esse exército também combate de acordo com esse padrão de qualidade, conclui o jornalista.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала