Ossétia do Sul quer reunificação com Rússia

© Sputnik / Sergey GuneevPresidente da Ossétia do Sul Leonid Tibilov e o presidente da Rússia Vladimir Putin durante a reunião em Kremlin, Moscou
Presidente da Ossétia do Sul Leonid Tibilov e o presidente da Rússia Vladimir Putin durante a reunião em Kremlin, Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O líder da Ossétia do Sul, Leonid Tibilov, afirmou que a reunificação com a Rússia é um sonho do povo osseta. Os passos para a realização de um refendo serão efetuados somente após consultas com Moscou.

O presidente da República de Ossétia do Sul, Leonid Tibilov, pretende realizar um referendo sobre a adesão da república à Rússia, informou o serviço de imprensa do presidente osseta.

Durante a reunião com o assessor do presidente russo Vladislav Surkov em Tskhinval, Tibilov destacou que reunificação com a Rússia é um sonho de cem anos do povo osseta. 

“A situação política de hoje é tal que devemos fazer uma escolha histórica, devemos reunificar-nos com a Rússia fraterna e assegurar a segurança e prosperidade da nossa república, do nosso povo, por muitas centenas de anos”, disse Tibilov.

Apoiantes da independência da Catalunha durante a demonstração no Dia Nacional de Catalunha, Barcelona, Espanha, 11 de setembro de 2015 - Sputnik Brasil
Espanha acusa Catalunha de insubordinação e ameaça com privá-la de autonomia
Destacou que todos os passos para realizar o referendo serão coordenados com a parte russa.

“Pretendo envolver as camadas mais vastas da população na organização do referendo, vou apelar aos líderes dos partidos políticos e organizações sociais. Estou seguro de que os partidos políticos e organizações sociais me apoiarão. O referendo que, não duvido disso, terá um resultado positivo, permitirá consolidar o nosso povo, levará à renovação e impulsionará  todos os processos positivos na sociedade”, notou Tibilov.  

Em 2008 as tropas georgianas atacaram a Ossétia do Sul e destruíram parte da sua capital. A Rússia, disposta a proteger os habitantes da república muitos dos quais tinham obtido a cidadania russa, enviou as suas tropas e desalojou militares georgianos. A Rússia presta ajuda à Ossétia do Sul no processo de restauração da sua economia. A outra antiga autonomia georgiana, a Abkházia, também recebe assistência russa. Depois da guerra de 5 dias na Ossétia do Sul, a Rússia reconheceu a soberania das duas antigas autonomias que faziam parte da Geórgia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала