Rússia e Síria usam 'nova estratégia' de guerra contra o Estado Islâmico, segundo analista

© Foto / Russian Defence Ministry  / Abrir o banco de imagensA Russian aircraft on a sortie to carry out targeted airstrikes on ISIS infrastructure in Syria
A Russian aircraft on a sortie to carry out targeted airstrikes on ISIS infrastructure in Syria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As ações da Força Aérea russa na Síria são muito eficazes, tornando possível que o Estado Islâmico seja logo derrotado e que os refugiados sírios consigam voltar para casa, afirma um analista político da George Washington University.

Exército sírio na cidade de Zabadani - Sputnik Brasil
Rússia está disposta a dialogar com os EUA sobre a Síria 'em qualquer formato'
As forças armadas de Rússia e Síria estão utilizando novos métodos de combate contra militantes do Estado Islâmico, afirmou o analista político Nabil Michael em entrevista à Press TV.

"Nas duas guerras do Golfo (Pérsico), a técnica era adotar uma campanha de bombardeio pesado que duraria um mês ou seis semanas e então as forças terrestres entrariam."

Neste caso, no entanto, "as forças armadas da Síria e os conselheiros russos não esperaram cinco, seis semanas para o início de um avanço terrestre; muito pelo contrário. Apenas alguns dias depois, deram sequência ao que as forças aéreas conquistaram, varrendo o cenário", explicou Michael.

Caças russos Su-25 decolam da base aérea de Khmeimim na Síria. - Sputnik Brasil
Mídia: Rússia mostrou suas novas capacidades militares na Síria
O analista disse ainda que a Rússia posicionou sua estrutura de estratégia e força de um modo que tornou-se um ímã para os esforços de outras forças.

"Milícias xiitas e curdas, sunitas e cristãos vão considerar a presença russa atrativa. É por isso que espero a rendição das tropas do Estado Islâmico. Em breve, veremos muitas cenas de rendição nas telas de TV e ouviremos sobre isso no rádio", afirmou o especialista.

Michael também afirmou que há esforços coordenados entre diferentes milícias — curdas, xiitas, sunitas e cristãs — com soldados russos/sírios/iraquianos, e que isso ajudará a dar mais amplitude à campanha.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала