Afeganistão: 90% de mortos por drones americanos não eram alvos de ataques

© AP Photo / Mohammad SajjadPakistani women rally against the US drone strikes in tribal areas.
Pakistani women rally against the US drone strikes in tribal areas. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nove de cada dez pessoas mortas em ataques de drones dos Estados Unidos não eram os alvos principais das missões, informou o portal de notícias The Intercept nesta quinta-feira.

Presidente dos EUA Barack Obama - Sputnik Brasil
Obama finalmente se desculpa por ataque a hospital do Afeganistão
O veículo lembra que a Casa Branca e o Pentágono consideram que o programa de eliminação de alvos é muito preciso e reduz ao mínimo o número de vítimas civis. No entanto, documentos confidenciais obtidos pelo Intercept revelam que a operação Haymaker, executada pela Força Aérea americana de janeiro de 2012 a fevereiro de 2013, no norte do Afeganistão, causou mais de 200 mortos — entre eles, apenas 35 eram alvos diretos dos drones.

O portal também menciona o resultado de outra operação aérea realizada pelos EUA durante cinco meses no Afeganistão: quase 90% dos mortos não eram alvos de ataques e foram considerados dano colateral.

“Quando um avião não tripulado mata mais de uma pessoa, não há garantias de que essas pessoas mereceram… É um risco extraordinário”, afirmou uma fonte ouvida pelo Intercept.

Cena da série norte-americana Homeland - Sputnik Brasil
Série 'Homeland' é acusada de racismo em seu próprio cenário
A organização defensora dos direitos humanos Anistia Internacional pediu ao Congresso americano uma investigação sobre as operações com uso de drones realizadas durante o governo Obama.

“Esses documentos causam grande preocupação a respeito de os EUA violarem sistematicamente o direito internacional, em particular, classificando pessoas não identificadas como ‘combatentes’ para justificar sua morte”, diz um comunicado da Anistia Internacional distribuído também nesta quinta-feira.

O texto diz ainda que o Congresso deve iniciar uma investigação imediata “para revelar por que o governo Obama manteve essa informação vital em segredo.”

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала