OTSC: aumento da presença do Estado Islâmico no Afeganistão é preocupante

© AFP 2022 / Wakil KohsarO Afeganistão foi alvo de muitos ataques de grupos ilegais em julho.
O Afeganistão foi alvo de muitos ataques de grupos ilegais em julho. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC) informou que durante a reunião de vice-secretários dos Conselhos de Segurança de seus países-membros foi denunciada a presença de 2 a 3 mil combatentes da organização terrorista Estado Islâmico em território do Afeganistão.

A reunião dos vice-secretários, presidida pelo secretário geral da organização, Nikolai Bordyuzhi, foi realizada nesta quarta-feira, 13, e contou com a participação de embaixadores do Irã e da Rússia, bem como de representantes da embaixada da China.

"Os participantes da reunião destacaram que o Afeganistão é uma fonte de reais ameaças para os países-membros da OTSC… Destacou-se o surgimento de combatentes do EI em território afegão, cujo número já é estimado entre 2 e 3 mil pessoas. Foi manifestada a preocupação sobre uma possível deterioração da situação na linha da fronteira entre Afeganistão e Turcomenistão" – diz um comunicado publicado no site da OTSC.

Forças de segurança do Afeganistão ocupam posições durante o combate na cidade de Kunduz, norte do Afeganistão, 29 de setembro de 2015 - Sputnik Brasil
Anistia condena 'reino do terror' no norte do Afeganistão
Destacou-se ainda um aumento do fluxo ilegal de narcóticos vindos do Afeganistão, bem como o aumento da atividade de grupos islâmicos radicais e extremistas no país, com o consequente perigo de sua penetração em países da região da Ásia Central. Participantes da reunião relataram que talibãs chegaram à fronteira do Tadjiquistão e já controlam 60% das áreas fronteiriças do Afeganistão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала