Manifestações, desordens, explosão e desfile militar no Dia do Defensor da Ucrânia

© Sputnik / Aleksei Vovk / Abrir o banco de imagensCartazes e bandeiras do partido Svoboda nas ruas de Kiev
Cartazes e bandeiras do partido Svoboda nas ruas de Kiev - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A polícia de Kiev confirmou que durante as manifestações do Partido Nacionalista Liberdade e do partido extremista Setor de Direita ocorreu uma explosão.

Presidente dos EUA Barack Obama - Sputnik Brasil
Obama demonstra grave falta de conhecimento histórico acerca da Ucrânia
Durante a marcha de representantes do partido nacionalista Liberdade e do partido extremista Setor de Direita, por ocasião do aniversário do Exército Insurgente da Ucrânia em Kiev, ocorreu a explosão de um dispositivo, segundo informou a polícia local. 

Os manifestantes haviam começado a reunir-se perto da prisão Lukyanovka em Kiev, onde se encontram ativistas do partido Liberdade, presos por ações criminosas perto da Rada (parlamento) da Ucrânia em 31 de agosto.

Durante as manifestações cheirava a gás. Isto foi também notado pelos organizadores. Ao mesmo tempo, eles apelaram aos manifestantes para estarem preparados para possíveis provocações. De acordo com testemunhas, o dispositivo foi lançado contra os manifestantes por alguém que estava no interior da manifestação.

O Exército Insurgente da Ucrânia foi formado em 14 de outubro de 1942 como parte militar da Organização dos Nacionalistas Ucranianos. O seu objetivo era a luta pela independência da Ucrânia. Eles operavam principalmente no oeste da Ucrânia e lutavam contra as tropas soviéticas, em colaboração com os nazistas.

© Sputnik / Aleksei Vovk / Abrir o banco de imagensUma moça cobre o seu rosto com a bandeira do Setor de Direita (organização nacionalista extremista ucraniana, proibida na Rússia) durante a "Marcha dos Heróis" em Kiev.
Uma moça cobre o seu rosto com a bandeira do Setor de Direita - Sputnik Brasil
1/9
Uma moça cobre o seu rosto com a bandeira do Setor de Direita (organização nacionalista extremista ucraniana, proibida na Rússia) durante a "Marcha dos Heróis" em Kiev.
© Sputnik / Aleksei Vovk / Abrir o banco de imagensHomens vestindo uniforme militar com distintivos do Setor de Direita (organização extremista ucraniana proibida na Rússia) durante a "Marcha dos Heróis".
Homens vestindo uniforme militar com distintivos do Setor de Direita - Sputnik Brasil
2/9
Homens vestindo uniforme militar com distintivos do Setor de Direita (organização extremista ucraniana proibida na Rússia) durante a "Marcha dos Heróis".
© Sputnik / Nikolai Lazarenko / Abrir o banco de imagensO presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, no cockpit de um caça Su-27 no Dia do Defensor da Ucrânia, em Zaporozhie.
Pyotr Poroshenko em cockpit do Su-27 - Sputnik Brasil
3/9
O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, no cockpit de um caça Su-27 no Dia do Defensor da Ucrânia, em Zaporozhie.
© Sputnik / Denis Petrov / Abrir o banco de imagensDesordens no Dia do Defensor da Ucrânia, em Odessa.
Desordens no Dia do Defensor da Ucrânia - Sputnik Brasil
4/9
Desordens no Dia do Defensor da Ucrânia, em Odessa.
© Sputnik / Denis Petrov / Abrir o banco de imagensMilitantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita (proibido na Rússia) em Odessa, no Dia do Defensor da Ucrânia. "Eu vou contra vocês", reza o cartaz.
Militantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita em Odessa - Sputnik Brasil
5/9
Militantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita (proibido na Rússia) em Odessa, no Dia do Defensor da Ucrânia. "Eu vou contra vocês", reza o cartaz.
© Sputnik / Nikolai Lazarenko / Abrir o banco de imagensO presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, o ministro da Defesa, Stepan Poltorak, e o chefe do Estado-Maior General, Viktor Muzhenko, examinam objetos exibidos em uma exposição de material bélico.
Pyotr Poroshenko celebrando Dia do Defensor da Ucrânia - Sputnik Brasil
6/9
O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, o ministro da Defesa, Stepan Poltorak, e o chefe do Estado-Maior General, Viktor Muzhenko, examinam objetos exibidos em uma exposição de material bélico.
© Sputnik / Denis Petrov / Abrir o banco de imagensMilitantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita em Odessa, no Dia do Defensor da Ucrânia.
Militantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita em Odessa, no Dia do Defensor da Ucrânia - Sputnik Brasil
7/9
Militantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita em Odessa, no Dia do Defensor da Ucrânia.
© AFP 2022 / ANATOLII STEPANOVNacionalistas marcham em Kiev no Dia do Defensor da Ucrânia, celebrado pela primeira vez na história em 14 de outubro de 2015.
Nacionalistas marcham em Kiev - Sputnik Brasil
8/9
Nacionalistas marcham em Kiev no Dia do Defensor da Ucrânia, celebrado pela primeira vez na história em 14 de outubro de 2015.
© AFP 2022 / GENYA SAVILOVNo Dia do Defensor da Ucrânia, as autoridades de Kiev organizaram uma exposição militar.
Exposição militar na Ucrânia - Sputnik Brasil
9/9
No Dia do Defensor da Ucrânia, as autoridades de Kiev organizaram uma exposição militar.
1/9
Uma moça cobre o seu rosto com a bandeira do Setor de Direita (organização nacionalista extremista ucraniana, proibida na Rússia) durante a "Marcha dos Heróis" em Kiev.
2/9
Homens vestindo uniforme militar com distintivos do Setor de Direita (organização extremista ucraniana proibida na Rússia) durante a "Marcha dos Heróis".
3/9
O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, no cockpit de um caça Su-27 no Dia do Defensor da Ucrânia, em Zaporozhie.
4/9
Desordens no Dia do Defensor da Ucrânia, em Odessa.
5/9
Militantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita (proibido na Rússia) em Odessa, no Dia do Defensor da Ucrânia. "Eu vou contra vocês", reza o cartaz.
6/9
O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, o ministro da Defesa, Stepan Poltorak, e o chefe do Estado-Maior General, Viktor Muzhenko, examinam objetos exibidos em uma exposição de material bélico.
7/9
Militantes do partido Svoboda (Liberdade) e do grupo extremista Setor de Direita em Odessa, no Dia do Defensor da Ucrânia.
8/9
Nacionalistas marcham em Kiev no Dia do Defensor da Ucrânia, celebrado pela primeira vez na história em 14 de outubro de 2015.
9/9
No Dia do Defensor da Ucrânia, as autoridades de Kiev organizaram uma exposição militar.

Anteriormente a Ucrânia comemorou o Dia do Defensor da Pátria juntamente com a Rússia no dia 23 de fevereiro.

O Setor de Direita é um movimento que reúne uma série organizações radicais nacionalistas na Ucrânia. Em janeiro e fevereiro de 2014 membros do grupo participaram de confrontos com a polícia, bem como da invasão de diversos prédios administrativos do país, e desde abril do ano passado promovem repressão a protestos no Sudeste ucraniano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала