Grã-Bretanha tenta abafar escândalo envolvendo a Rússia

© AP Photo / Virginia MayoPrimeiro-ministro britânico David Cameron
Primeiro-ministro britânico David Cameron - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os militares britânicos desmentiram a informação segundo a qual teria sido permitido aos pilotos britânicos atacar aviões russos no Iraque.

Instrutor britânico em treinamento com combatentes curdos iraquianos nos arredores de Arbil em novembro de 2014 - Sputnik Brasil
Grã-Bretanha alegadamente deixou pilotos atacar aviões russos
Antes, o tablóide britânico Daily Star citando fontes militares anónimas, escreveu que os pilotos podiam atacar os aviões russos no espaço aéreo do Iraque em caso da ameaça à vida.

A embaixada russa solicitou que o Ministério das Relações Exteriores britânico explicasse a informação publicada na mídia. A mesma solicitação foi entregue ao adido militar da Grã-Bretanha pelo Ministério da Defesa russo.

Embora o Ministério da Defesa e a chancelaria britânicos tenham desmentido a informação, a Rússia não quer se esquecer do incidente.

"A questão ainda permanece: quem o fez e para quê? A verdade é que a embaixada não se ocupa de psicanálise", diz um tweet da embaixada russa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала