Ucrânia adota lei que admite estrangeiros nas suas Forças Armadas

© Sputnik / Nikolay Lazarenko / Abrir o banco de imagensVerkhovna Rada, parlamento da Ucrânia
Verkhovna Rada, parlamento da Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Suprema Rada (parlamento ucraniano) aprovou uma lei que permite que estrangeiros combatam nas fileiras do seu exército.

O decreto deverá agora ser assinado pelo presidente, Pyotr Poroshenko.

O documento foi apoiado por 229 parlamentares, sendo 226 o número mínimo para o projeto ser aprovado.

Depois da criação, pelo Ministério do Interior ucraniano, de batalhões voluntários e unidades de forças especiais, o país teve um afluxo de estrangeiros que queriam participar de operações militares nas fileiras das Forças Armadas desse país, apesar de tal prática ser contraditória à lei.

O documento diz que existe prática internacional que permite estrangeiros servirem em organizações militares legais que operam no exterior de um país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала