Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Trump: deixem a Rússia combater sozinha contra Estado Islâmico na Síria

© AFP 2021 / ROBYN BECK / AFPDonald Trump, bilionário e candidato à presidência nos Estados Unidos
Donald Trump, bilionário e candidato à presidência nos Estados Unidos - Sputnik Brasil
Nos siga no
Donald Trump, bilionário e candidato à presidência nos Estados Unidos, pensa que os EUA não devem intrometer-se na Síria e lutar contra o Estado Islâmico.

Vladimir Putin, o presidente da Federação Russa - Sputnik Brasil
Putin: EUA armam combatentes para Estado Islâmico
Donald Trump acusou seus rivais presidenciais republicanos na sexta-feira de querer "começar a Terceira Guerra Mundial por causa da Síria", e sugeriu que os Estados Unidos deveriam deixar a Rússia resolver o problema.

Segundo ele, a Síria é um lugar de "desastre total e desordem". "E nós estamos prestando ajuda a essa desordem", disse Trump em entrevista à CNN. De acordo com ele, lutando ao mesmo tempo contra o EI e contra o regime do presidente sírio Bashar Assad, os EUA "impedem o EI de caçar Assad".

"A Rússia está lá, ela está do lado de Assad, e a Rússia quer se livrar do EI não menos do que nós queremos e talvez ainda mais, porque eles não querem que o EI vá para a Rússia. Por que devemos atacar o EI e depois Assad? Deixem eles (Assad e o EI) combater uns com os outros, e ficamos com o que resta. Mas o que é mais importante é deixar a Rússia combater o EI, se ela quiser lutar contra eles. Deixem os (russos) combater na Síria e no Iraque", disse Trump.

O bilionário estadunidense cometeu um lapso falando que, na sua opinião, os EUA não devem combater o Estado Islâmico. Mas logo depois corrigiu-se:

"Eu não preciso do EI. Eles são o maior mal, eles cortam cabeças, afogam as pessoas e as torturam. Eles são bandidos. Mas proponho que a Rússia combata os terroristas, que a Rússia trate do EI", disse Trump.

Em geral, de acordo com Trump, "Assad parece um pouco melhor do que a outra parte (Estado Islâmico)".

"Parece que a Rússia gosta muito de Assad. Deixem-nos tratar do EI e lutar contra eles", concluiu Trump.

Ele também criticou o programa dos EUA de treinamento da oposição "moderada" síria.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала