Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Iraque compartilha dados de inteligência sobre Estado Islâmico com Rússia, Irã e Síria

© AP Photo / albaraka_news, FileMilitantes do Estado Islâmico
Militantes do Estado Islâmico - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Iraque começará a compartilhar a informação de segurança e inteligência com a Rússia, Irã e Síria visando combater o grupo terrorista Estado Islâmico, divulgou o Ministério da Defesa iraquiano neste domingo.

O comunicado do Comando das Forças Conjuntas Iraquiano diz que os países vão "ajudar e cooperar na coleta de informação sobre o grupo terrorista Daesh," (o acrônimo arábico para o Estado Islâmico). 

Ирак. Город Багдад - Sputnik Brasil
Rússia, Irã e Síria criam centro para cooperação com xiitas no combate ao Estado Islâmico
O Iraque já tem por muito tempo laços estreitos com o Irã vizinho e tem coordenado com Teerã a luta contra o avanço do EI, que controla cerca de um terço dos territórios do Iraque e da Síria. Comandantes iranianos também têm ajudado milicianos xiitas do Iraque em combate.

O combate contra o grupo terrorista é um dos temas principais na 70ª sessão da Assembleia Geral, que decorre em Nova York. Os chanceleres da Rússia e dos EUA, Sergei Lavrov e John Kerry respetivamente, acabaram de realizar conversações.

No decorrer das conversações o chanceler russo confirmou a criação de um centro de coordenação em Bagdá que visa fortalecer os esforços de combate ao Estado Islâmico (EI).

“Coordenamos as ações [com os parceiros] no combate contra o EI”, disse o ministro, respondendo à pergunta sobre os objetivos do centro.

Vladimir Putin, o presidente da Federação Russa - Sputnik Brasil
Putin: EUA armam combatentes para Estado Islâmico
Mais cedo o presidente russo, Vladimir Putin, disse que informou pessoalmente os líderes da Turquia, Jordânia e Arábia Saudita sobre a criação do mecanismo. Segundo eles, os EUA também foram informados.

A coalizão internacional liderada por Estados Unidos realiza já por mais de um ano ataques aéreos contra posições do grupo terrorista no Iraque e na Síria. Enquanto isso, nem os EUA, nem organizações internacionais divulgam dados oficiais sobre o número de civis mortos, nem sequer reconhecendo que existam.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала