Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Nações Unidas autorizam Mecanismo Conjunto de Investigação na Síria

© REUTERS / Eduardo Munoz Integrantes do Conselho de Segurança da ONU
Integrantes do Conselho de Segurança da ONU - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Conselho de Segurança da ONU autorizou o início da investigação em conjunto com a Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) sobre o uso de armas químicas na Síria.

Conselho de Segurança da ONU - Sputnik Brasil
Rússia assume presidência no Conselho de Segurança da ONU
O enviado russo na ONU Vitaly Churkin, presidente do Conselho de Segurança em setembro, assinou uma carta que contem a autorização de iniciar a investigação sobre o uso de armas químicas na Síria em conjunto com a Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPAQ).

"O secretário geral aplaude que o Conselho de Segurança autorize as recomendações do secretário geral de estabelecer o Mecanismo Conjunto de Investigação. Sublinha uma vez mais a importância de tratar uso de substâncias tóxicas como uso de armas e a necessidade de culpar os responsáveis", declarou a ONU na quinta-feira (10).

Ban Ki-Moon, secretário geral das Nações Unidas, apelou as partes relevantes a cooperarem plenamente com o mecanismo e assegurou que serão dados todos os passos necessários para garantir que o mecanismo de investigação funcione bem.

Churkin disse aos jornalistas, também na quinta, que espera pelo menos um especialista russo fazer parte do mecanismo. Segundo o enviado russo na ONU, especialistas dos países-membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Rússia, China, França, EUA e Reino Unido) não sempre participam de tais missões mas provavelmente serão participantes da investigação sobre a Síria.

Em agosto o Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade uma resolução sobre o estabelecimento do Mecanismo conjunto de investigação para identificar culpados do uso de armas químicas na Síria e levá-los à justiça.

Membro da equipe de investigação da ONU investiga um míssil perto de Damasco na Síria que supostamente tinha ogiva química - Sputnik Brasil
Uso de armas químicas por Estado Islâmico não ultrapassa ‘linha vermelha’ dos EUA?
A sede do mecanismo conjunto se localiza em Haia (Países Baixos). É estabelecido para um período de um ano com a possibilidade de estender este período a vários anos.

A missão para eliminar os arsenais de armas químicas da Síria foi anunciada depois do ataque de gás que causou mortes de centenas de pessoas em agosto de 2013.

Ao fim de julho de 2015, a OPAQ relatou que 98,8% das armas químicas retiradas da Síria tinham sido destruídas.

A guerra civil na Síria se estende desde 2011 e já causou a morte de mais de 230 mil pessoas, segundo os dados da ONU.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала