Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

ONU confirma destruição de parte do Templo de Bel

Nos siga no
Depois do Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH) divulgar e as autoridades sírias negarem, a ONU confirmou que parte do Templo de Bel, na cidade de Palmira, foi mesmo destruído pelo Estado Islâmico. Imagens de satélite mostraram os danos causados ao local.

“Podemos confirmar a destruição do principal edifício do templo de Bel, e de uma colunata nas imediações”, destacou o Instituto das Nações Unidas para Treinamento e Pesquisa (Unitar).

Templo de Bel, em Palmira, na Síria. - Sputnik Brasil
ONG anuncia a destruição de principal templo de Palmira, patrimônio da humanidade
A OSDH, ONG com sede em Londres que possui uma rede de informantes sobre o conflito na Síria, informou na segunda-feira (31) que parte do Templo de Bel havia sido explodido pelo Estado Islâmico um dia antes. No entanto, autoridades sírias negaram que o lugar fora afetado, embora uma forte explosão tenha acontecido.

O Templo de Bel é uma das principais construções arqueológicas de Palmira, cidade síria listada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco por ser considerada uma relíquia da arquitetura romana do século I a.C.. Desde maio, o grupo extremista Estado Islâmico controla a região e já havia destruído o Templo de Baal Shamin, bem como outras preciosidade da história.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала