EUA têm mais homicídios do que dias no ano

Nos siga noTelegram
Com o ritmo atual, o ano de 2015 pode terminar com mais homicídios cometidos do que dias transcorridos.

De acordo com uma contagem – bastante simples – realizada por um grupo jornalístico estadunidense, na quarta-feira (26) havia 247 vítimas mortais de tiroteios em massa nos EUA.

26 de agosto é o 238º dia do ano, lembra a equipe pesquisadora. De modo que a taxa de mortandade violenta supera a quantidade dos dias do ano.

Alison Parker, Adam Ward - Sputnik Brasil
EUA: repórter e cinegrafista são assassinados durante entrevista ao vivo
É de notar que a equipe, formada por moderadores da comunidade online GunsAreCool (PistolaÉBacana, em tradução livre, — um nome irônico), considerou tiroteio de massa a todo incidente que envolva pelo menos quatro pessoas mortas, entre as quais pode estar o próprio atirador.

Para certos críticos, tal conceito não corresponde à definição oficial, já que permite incluir assaltos de gangues, disputas domésticas e outros tipos de incidentes que provocam a morte.

Porém, os ativistas e os partidários da sua versão retrucam que não adianta estimar diferentemente vidas ceifadas por um crime de violência doméstica e tiroteio na rua.

Em 26 de agosto, na cidade de Roanoke (estado norte-americano de Virgínia), durante uma reportagem que estava sendo transmitida ao vivo em um canal de TV dos EUA, foram mortos o cinegrafista e a repórter que estava fazendo uma entrevista. A entrevistada conseguiu fugir. O criminoso, reconhecido posteriormente como um ex-funcionário de um canal de televisão norte-americano, tentou suicidar-se, foi hospitalizado e morreu no hospital.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала