Moscou protesta contra prisão de cidadão russo na fronteira finlandesa

Nos siga noTelegram
O ombudsman dos direitos humanos do Ministério de Relações Exteriores da Rússia disse nesta quarta-feira que a prisão de um cidadão russo na Finlândia, a mando dos Estados Unidos, viola totalmente as leis internacionais sobre o assunto.

Presidente da Finlândia, Sauli Niinisto, e da Rússia, Vladimir Putin - Sputnik Brasil
Finlândia reforça presença militar na fronteira com a Rússia
"A detenção do cidadão russo M.V. Senah na fronteira antes da partida da Finlândia para a Rússia é outra manifestação da ilícita prática de prisão de cidadãos russos em outros países desencadeada por autoridades dos EUA", afirmou Konstantin Dolgov através de um comunicado. Segundo ele, se Washington tivesse a intenção de impedir uma atividade criminal, "seria lógico, primeiro, enviar a informação correspondente ao país dos suspeitos, especialmente uma vez que Rússia e EUA possuem um quadro contratual para cooperação em questões criminais".

Dolgov ainda disse acreditar que Senah possa não ser extraditado para os Estados Unidos e que espera das autoridades competentes da Finlândia o cumprimento de todas as garantias constitucionais e das leis internacionais ao tratar do caso do cidadão russo. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала