Clinton critica política de Obama para o Ártico

© flickr.com / Comando do Pacífico dos EUAPlataforma de petróleo da Shell na ilha Kodiak, no sul do Alasca, em 26 de fevereiro de 2013
Plataforma de petróleo da Shell na ilha Kodiak, no sul do Alasca, em 26 de fevereiro de 2013 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A ex-secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, pré-candidata à presidência do país pelo Partido Democrata, manifestou nesta terça-feira a sua oposição às medidas anunciadas pela administração Obama autorizando a retomada de projetos de exploração de recursos naturais na região do Ártico.

Oceano Ártico, próximo à costa do Canadá - Sputnik Brasil
Shell cada vez mais perto de retornar ao Ártico
"O Ártico é um tesouro único", escreveu Hillary em sua conta no Twitter. "Nós não podemos correr o risco da perfuração". 

No início de maio, o governo norte-americano concedeu uma licença à companhia Shell para instalar novamente os seus postos de perfuração de petróleo e gás no Ártico, no mar de Chukchi, na costa do Alasca. Na última segunda-feira, a Casa Branca emitiu a autorização que faltava para o grupo anglo-holandês retomar suas atividades nas camadas subaquáticas da região, interrompidas desde 2013, após um incidente com uma de suas plataformas, perto da ilha de Kodiak.

Em resposta às preocupações e críticas de ambientalistas, Washington garantiu que aplicará uma série de medidas e exigências a fim de proteger o ecossistema do mar de Chukchi, onde se acredita estar cerca de 13% das reservas mundiais de hidrocarbonetos ainda por descobrir.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала