ONU divulga morte de cinco colaboradores em ataque a hotel no Mali

© flickr.com / UN Mission in MaliPolicial da ONU no Mali
Policial da ONU no Mali - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Quatro colabores estrangeiros da ONU e um motorista nascido no Mali morreram no ataque a um hotel na cidade de Sevare, confirmou a missão da Organização das Nações Unidas no país neste sábado.

Quatro colabores estrangeiros da ONU e um motorista nascido no Mali morreram no ataque a um hotel na cidade de Sevare, confirmou a missão da Organização das Nações Unidas no país nesta sábado.

Nesta sexta-feira, um grupo de homens armados atacou o hotel Byblos, na cidade de Sevare, localizada a cerca de 500 quilômetros a nordeste da capital do Mali, Bamako. O local hospeda frequentemente funcionários da Missão das Nações Unidas de Estabilização Multidimensional no Mali (MINUSMA). 

“Cinco pessoas perderam a vida, e um inquérito está em andamento para estabelecer as circunstâncias de suas mortes durante os eventos”, diz o comunicado da MINUSMA.

Os estrangeiros mortos eram dois ucranianos, um nepalês e um sul-africano, informou a Missão. 

Um sequestro de quase 24 horas terminou na manhã deste sábado, com intervenção das forças especiais do Mali e apoio de soldados franceses, que invadiram o hotel.

A MINUSMA afirmou estar aliviada com o sucesso da operação antiterrorista, mas declarou que “condena fortemente” o ataque. O comunicado da Missão informa ainda que quatro reféns foram libertados na operação: dois sul-africanos, um russo e um ucraniano.

“Estão todos com boa saúde. Os sequestradores não notaram sua presença no hotel, e a MINUSMA esteve em constante contato com eles durante e até o fim do ataque.”

O Mali vive situação de conflito desde que um golpe militar, em 2012, provocou o surgimento de insurgentes em tribos separatistas tuaregues no norte do país. A situação atraiu grupos islâmicos ligados à al-Qaeda.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала