ONU aprova resolução pra investigar uso de armas químicas na Síria

Nos siga noTelegram
O Conselho de Segurança da ONU aprovou a resolução para criar uma equipe com o objetivo de investigar o uso de armas químicas na Síria e determinar os culpados.

Sergei Lavrov e John Kerry - Sputnik Brasil
Lavrov e Kerry acordam resolução sobre responsabilidade por ataques químicos na Síria
Os 15 integrantes do Conselho de Segurança votaram de forma unânime em favor da resolução, que foi apresentada pelos Estados Unidos apenas dois dias após o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado americano, John Kerry, chegaram a um acordo sobre o texto.

A equipe de investigação deve apresentar suas recomendações para aprovação do Conselho de Segurança em um prazo de 20 dias — a contar a partir desta sexta-feira. Posteriormente, o órgão máximo da ONU terá cinco dias para se pronunciar a respeito. Assim, todo processo terá duração máxima de 25 dias. 

Rússia e Estados Unidos concordaram, em 2013, em trabalhar juntos para destruir a grande maioria do estoque de armas químicas da Síria. O acordo aconteceu enquanto Washington ameaçava tomar ações militares contra o regime de Assad.

US Navy F-18E Super Hornet - Sputnik Brasil
Departamento do Estado: Ataques aéreos dos EUA na Síria não requerem base jurídica
A Síria se juntou à Organização para Proibição de Armas Químicas (OPCW, na sigla em inglês) e concordou em destruir seu estoque de armas químicas após um ataque de gás sarin perto de Damasco, que deixou mais de mil mortos em 2013.

Ao fim de outubro de 2014, a OPCW relatou que quase 98% das armas químicas retiradas da Síria haviam sido destruídas.

Em julho, os Estados Unidos circularam um esboço de resolução no Conselho de Segurança da ONU que tinha como objetivo identificar e levar justiça às pessoas por trás dos ataques com armas químicas na Síria. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала