Opinião: Andrzej Duda poderá descongelar as relações entre Rússia e Polônia

© AFP 2022 / BARTOSZ SIEDLIKO presidente polonês Andrzej Duda
O presidente polonês Andrzej Duda - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
No dia de posse do novo presidente da Polônia, Andrzej Duda, a Sputnik entrevistou o cientista político polonês Jakub Korejba, a fim de saber a sua opinião sobre as possíveis perspectivas deste novo mandato para as relações russo-polonesas.

Andrzej Duda, candidato à presidência da Polônia, comemora com sua família após pesquisas de boca de urna indicarem sua vitória sobre o atual governante, Bronislaw Komorowski, com 53% dos votos - Sputnik Brasil
Conservador Andrzej Duda derrota Bronislaw Komorowski em eleições presidenciais na Polônia
Para Korejba, até hoje a Polônia vinha seguindo um mesmo princípio: nós não queremos ter boas relações com a Rússia, não queremos ter quaisquer relações, portanto, resta apenas uma saída, estar em más relações com a Rússia.

Nas suas palavras, no entanto, o novo presidente representa uma nova chance de sair desse círculo vicioso em nome dos interesses nacionais do país.

"O novo presidente e o seu entorno raramente prestam declarações a esse respeito. Porém, se Duda for realmente esta pessoa que ele diz ser, ou seja, um patriota e conservador polonês, então ele não poderá deixar de sentir a obrigação de descongelar as relações com a Rússia, e, mais do que isso, se preocupar em formar relações construtivas para a Polônia com os países pós-soviéticos" – disse.

Andrzej Duda vence as eleições presidenciais na Polônia - Sputnik Brasil
Moscou espera construir relações mutuamente benéficas com a Polônia
Korejba acredita que, em condições da atual conjuntura econômica na Polônia, a única forma de enriquecer o país é através de exportações e investimentos em tecnologias de inovação. Para ele, fica muito claro que as maçãs e o leite poloneses não representam qualquer interesse para o Ocidente, e que, muito menos, alguém gostaria de ver a Polônia produzindo artigos para concorrer com produtos alemães ou franceses. Os interesses dos "irmãos mais velhos" da União Europeia, são de reforçar as posições da Polônia na periferia da Europa, ou seja, no papel de mercado e fonte de mão de obra barata.

"A história mostra que os poloneses sempre fizeram muito dinheiro no Oriente. Sem o mercado russo e o mercado asiático, este último por intermédio da Rússia, a Polônia não terá dinheiro. A Ucrânia nos fornece o exemplo do papel que o orgulho nacional desempenha sem cidadãos bem abastados e uma estrutura estatal bem definida" – explica o especialista.

President-elect Andrzej Duda speaks during a press conference in Warsaw, Poland June 11, 2015 - Sputnik Brasil
Polônia buscará relações positivas com a Rússia
Na sua opinião, em breve, das relações russo-polonesas restará somente uma pálida lembrança. No entanto, se Duda realmente se revelar um grande político, o novo presidente haverá de reverter esse cenário.

"Se isso será possível? Não sei, mas acredito que o presidente Duda ao menos tentará concretizar a vontade de seus antecessores, fazendo aquilo sem o que a Polônia não conseguirá se transformar em um Estado digno" – concluiu Korejba.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала