EUA dão início a exercícios militares de três meses em sete estados

© AP Photo / Eric GayVeículos militares em Camp Swift, nos exercícios militares Jade Helm 15
Veículos militares em Camp Swift, nos exercícios militares Jade Helm 15 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Começaram nesta quarta-feira os polêmicos exercícios militares Jade Helm 15, realizados em sete estados americanos e que vão durar três meses.

Soldados norte-americanos no Afeganistão - Sputnik Brasil
Opinião: Pentágono só tem uma versão do futuro – a guerra
A preparação para as manobras despertou receio em alguns grupos no Texas, onde nasceram algumas teorias conspiratórias que ganharam força na internet.

Uma delas assegurava que o governo americano planejava estabelecer lei marcial; outra dava conta de que as lojas da rede Walmart seriam transformadas em campos de concentração para fazer desaparecer dissidentes políticos; e outra teoria destacava que o nome Jade Helm (timão de jade, em inglês) era uma clara referência à China.

Segundo uma pesquisa por telefone pelo centro Rasmussen Reports, realizada em maio, 45% dos eleitores americanos consideravam as manobras militares uma maneira de reforçar o controle do governo federal sobre os estados. Ainda assim, apenas 16% se opõem à realização de exercícios militares em seu estado.

Tropas dos EUA e do Afeganistão na cidade de Yawez. - Sputnik Brasil
EUA gastam US$ 4 milhões por hora com a guerra no Afeganistão
As polêmicas chegaram até aos despachos oficiais: o governador do Texas, Greg Abbott, pediu à guarda estadual que vigiasse as manobras militares. A partir de hoje, vários guardas locais manterão contato com o exército e os cidadãos para ajudar na logística e transmitir possíveis queixas por barulho que eventualmente incomodem alguns moradores.

O objetivo dos exercícios Jade Helm 15 é ressaltar o trabalho em equipe em um cenário de "guerra não convencional" segundo afirmou o tenente-coronel Mark Lastoria, porta-voz do Comando de Operações Especiais do Exército dos EUA: "O exercício militar está projetado para assegurar que as forças de operações especiais do Exército estejam treinadas, equipadas e organizadas para enfrentar ameaças futuras."

o Pentágono assegura que as manobras acontecem no sudeste do país por causa das condições geográficas, similares aos cenários de possíveis ações no oriente Médio, e descreditou as teorias conspiratórias, garantindo que os exercícios não representam nenhum perigo para a população civil.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала