Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Grécia: 59,7% da população dizem "não" à austeridade, revelam os primeiros dados oficiais

© REUTERS / Marko DjuricaVotação na Grécia aponta a vitória do "não"
Votação na Grécia aponta a vitória do não - Sputnik Brasil
Nos siga no
No referendo deste domingo (5), 59,7% dos gregos optaram pelo "não", segundo revelam os primeiros dados oficiais parciais divulgados pelo Ministério do Interior do país. A votação tem o objetivo de decidir se a Grécia irá aceitar as exigências dos credores.

Funcionária arruma bandeiras da Grécia e da UE antes de encontro que aconteceu em Bruxelas entre o premiê grego Alexis Tsipras e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, em 3 de junho de 2015 - Sputnik Brasil
Boca de urna: Grécia disse “não” no referendo
Por outro lado, até agora 40% se mostraram a favor de aceitar as condições dos credores.

Estes resultados correspondem ao escrutínio de 541.500 cédulas, o que representa 7,56% dos votos.

A Grécia mantém há um mês negociações com seus credores (que são a Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional) para reestruturar uma dívida de mais de 240 bilhões de euros, montante referente aos dois salvamentos que foram necessários para evitar a inadimplência técnica em 2010 e 2012.

O referendo deste 5 de julho, convocado pelo governo grego, tem o objetivo de decidir se aceita ou não as propostas dos credores, exigindo reformas difíceis em troca de financiamentos para os próximos cinco meses.

O primeiro-ministro, Alexis Tsipras, tinha convidado gregos a rejeitarem as propostas europeias, assegurando que a vitória do "não" não significará uma ruptura com o euro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала