Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Tunísia decreta estado de emergência

© Fotos Públicas / Presidência da TunísiaBeji Caidi Essebsi, presidente da Tunísia.
Beji Caidi Essebsi, presidente da Tunísia. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Uma semana após o ataque a um hotel na Tunísia que matou 38 turistas e o atirador, alvejado pela polícia. O presidente tunisiano, Beji Caidi Essebsi, declarou estado de emergência no país.

Os turistas foram assassinado na praia do hotel, em Sousse, na Tunisia, no dia 26 de junho. - Sputnik Brasil
Tunísia perderá meio bilhão de dólares em turismo com o atentado em hotel
A medida dá ao Poder Executivo mais flexibilidade e mais autoridade ao Exército e à polícia e prevê toque de recolher, além de restringir alguns direitos, como o de reuniões públicas com três pessoas ou mais. A última vez que o país decretou um estado de emergência foi em 2011, no início da Primavera Árabe, a condição continuou até março de 2014.

O governo da Tunísia prometeu endurecer as leis contra o terrorismo, especialmente aumentando as penas dos condenados, aumentar o efetivo policial em pontos turísticos e fechar 80 mesquitas acusadas de “incitamento à violência”.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала