Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Líder de partido oposicionista acusa governo da Turquia de ajudar o Estado Islâmico

© REUTERS / Ali SahinExplosão em Kobani, na Síria.
Explosão em Kobani, na Síria. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O líder do oposicionista Partido Democrático dos Povos (HDP) da Turquia, Figen Yuksekdag, acusou o governo de seu país de apoiar o Estado Islâmico e o responsabilizou pelo ataque do grupo jihadista à cidade de Kobane na quinta-feira (25).

"O governo turco tem apoiado o Estado Islâmico. O massacre é parte deste apoio. Há grandes possibilidade da ação tenham chegado à cidade pela fronteira com a Turquia", disse Yuksekdag, cujo partido apoia os curdos.

Iraquianos desalojados após a ofensiva do Estado Islâmico - Sputnik Brasil
Estado Islâmico força fuga de mais de 3 milhões de iraquianos, diz ONU
Os jihadistas empreenderam uma ofensiva a Kobane, cidade síria na fronteira com a Turquia e cuja população majoritariamente é da etnia curda, na quinta-feira. Pelo menos 120 pessoas morreram e 200 ficaram feridas. O Observatório Sírio dos Direitos Humanos, ONG com sede em Londres, emitiu um comunicado alertando que muitos corpos estão espalhados pelas ruas.

O Estado Islâmico foi recentemente expulso de Kobane, cidade de alto valor estratégico tomada pelo grupo jihadista em outubro do ano passado. No ataque de quinta-feira, os extremistas chegaram à região disfarçados com uniformes da milícia curda Unidade de Proteção dos Povos (YPG) e do Exército Livre da Síria, formado por civis e desertores do Exército da Síria. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала