Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia lançará 672 satélites para serviço global de internet

© flickr.com / NASA HQ PHOTOLançamento de foguete Soyuz
Lançamento de foguete Soyuz - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Agência Espacial Federal da Rússia fechou o maior contrato de lançamento espacial da história juntamente com empresas da França e da Grã-Bretanha para fornecer serviço de internet em banda larga ao mundo inteiro.

Foguete espacial Soyuz-2.1b com o novo satélite 'Glonass-K' no centro de Plesetsk - Sputnik Brasil
Rússia lança foguete Soyuz com satélite militar
A Agência Espacial Federal Roscosmos, da Rússia, selou uma parceria com a francesa Arianespace e a britânica OneWeb para lançar 672 satélites de 2017 a 2019.

Segundo a Arianespace, os satélites OneWeb fornecerão serviço de internet de qualidade de fibra ótica para o mundo inteiro, especialmente em particular para residentes de zonas rurais sem internet de banda larga. Os satélites serão lançados usando 21 foguetes Soyuz.

"Este contrato é o maior da história do fornecimento de lançamentos. A escolha dos foguetes Soyuz é prova da grande competitividade da tecnologia aeroespacial da Rússia", disse o chefe da Roscosmos, Igor Kamarov.

Os microsatélites OneWeb pesarão cerca de 150 quilos e serão colocados em órbita a 1.200 quilômetros acima da superfície da Terra, segundo a Roscosmos. O memorando de acordo que viabilizou o negócio foi assinado no dia 15 de junho, no Paria Air Show. Os satélites serão fabricados pela Airbus Defence and Space, na França, e por uma parceria entre a OneWeb e a Airbus nos EUA.

Os lançamentos estão previstos para serem realizados na estação de lançamento de Baikonur, no Cazaquistão, no novo Cosmódromo Vostochny, na Rússia, e no Centro Espacial da Guiana Francesa.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала