Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Irã antecipa acordo nuclear com lei sobre levantamento das sanções

© Sputnik / Sergei Pyatakov  / Abrir o banco de imagensАЭС
АЭС - Sputnik Brasil
Nos siga no
Lei aprovada pela maioria exige fim das sanções desde o dia da entrada em vigência do acordo sobre o programa nuclear iraniano e proibição aos agentes da AIEA de inspecionarem instalações.

Até a sexta-feira, 26, pela primeira vez na América do Sul, a cidade de Porto Alegre estará sediando o 14.º Congresso Internacional de Engenharia do Vento (ICWE) - Sputnik Brasil
Especialista: Faltam políticas públicas na geração de energia limpa no Brasil
Resta menos de uma semana até a planejada assinatura do acordo sobre o programa nuclear iraniano. As negociações com o "sexteto" entraram na última fase, mas mesmo assim, o aiatolá Ali Khamenei, líder supremo do país, declarou que o Irã espera um acordo "bom, glorioso", e portanto, o prazo não importa.

A lei foi aprovada nesta quarta-feira (24) pelo Conselho Observador do Irã, após aprovação prévia pelo parlamento, na terça-feira. 213 dos 244 deputados apoiaram a iniciativa.

A lei tem três itens importantes. Primeiro, todas as sanções impostas ao Irã pelas Nações Unidas, Conselho de Segurança da União Europeia e os EUA devem terminar juntamente com o início da implementação, pelo Irã, das obrigações conforme o acordo nuclear.

Segundo, inspetores da AIEA só poderão realizar visitas a instalações nucleares iranianas, sem direito de acesso às instalações militares, nem de contato pessoal com cientistas nucleares.

Terceiro, o Irã não aceitará tentativas de limitar as suas ações no âmbito da implementação da tecnologia nuclear para fins pacíficos e na área de desenvolvimento e pesquisa.

O Irã só aceitará o acordo de 30 de junho se a comunidade internacional observar as condições estabelecidas pela lei.

No final da semana em curso, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, irá se deslocar a Viena para participar das negociações. O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, também estará lá.

Os vices de Zarif, Seyyed Abbas Araqchi e Majid Takht Ravanchi, mantiveram ontem conversações com representantes do "sexteto" sobre o teor do texto do acordo final de 30 de junho.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала